BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

HOMICÍDIO: Motorista de aplicativo entra em rua sem saída e é executado com sete tiros

Após ter sido perseguido e encurralado, um motorista de aplicativos identificado com Eduardo Eliel Bonetti, de 27 anos, foi executado com sete tiros na rua Espírito Santo, bairro Lírio do Vale, Zona Oeste da capital.

EM TEMPO

05 de Março de 2020 às 16:21

Foto: Divulgação

Após ter sido perseguido e encurralado, um motorista de aplicativos identificado com Eduardo Eliel Bonetti, de 27 anos, foi executado com sete tiros na rua Espírito Santo, bairro Lírio do Vale, Zona Oeste de Manaus (AM). Conforme informações da polícia, o crime ocorreu por volta de 23h, durante a noite de quarta-feira (4). 

 

Na ocasião, Eduardo percebeu que estava sendo seguido por um carro de modelo e placa não identificado e tentou despistar os suspeitos entre as ruas da região. No entanto, a vítima entrou em uma rua sem saída e foi encurralado pela atiradores.

 

Nesta manhã de quinta-feira (5), a equipe de reportagem do Portal Em Tempo esteve no local e um morador que preferiu não se identificar, disse que o crime assustou os moradores.

 

“Já era tarde, estava em casa quando ouvi os tiroteios. Achei até que estavam invadindo as casas. Foram muitos tiros! Eles pararam o carro do lado do rapaz que morreu e atiraram. Depois saíram de ré, pois a rua é sem saída”, explicou o homem.

 

 

O crime aconteceu no bairro Lirio do Vale

O crime aconteceu no bairro Lirio do Vale | Foto: Divulgação

 

Moradores da região acionaram a Polícia Militar (PM) através do disk denúncia ‘180’ e informaram sobre o crime. Ao chegar ao local,  os policiais fizeram o isolamento da área.

 

Uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC), foram deslocados até a região para dar início às investigações.

 

No decorrer da noite, diversas imagens gravadas por moradores, circularam nas mídias sociais. No vídeo, o motorista aparece morto dentro do veículo. Conforme análises preliminares da perícia técnica, Eduardo foi atingido com sete tiros que atingiram a região da cabeça, tórax, pescoço e braço. 

 

Ainda segundo a polícia, o crime pode ter relações com o tráfico de drogas, pois o motorista de aplicativos. "Ele já havia respondido criminalmente por tráfico de drogas e no carro que estava dirigindo, foram encontrados materiais entorpecentes", disseram os policiais.

 

Agentes do Instituto Médico Legal (IML), removeram o corpo da vítima e o conduziram ate a sede do Instituto para a realização dos exames de necropsia. 

 

O crime segue em investigação por parte da Polícia Civil.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS