PLANTAR RONDÔNIA: Programa de agricultura familiar avalia resultados de ações do projeto

Diagnóstico quer identificar benefícios proporcionados pelo projeto nos aspectos ambientais, econômicos e sociais

PLANTAR RONDÔNIA: Programa de agricultura familiar avalia resultados de ações do projeto

Foto: Divulgação

Extensionistas rurais responsáveis pelo atendimento aos agricultores familiares beneficiários do projeto Plantar Rondônia participaram de mais um alinhamento de atividades na sede do Centro de Estudos Rioterra, em Porto Velho.

 

No encontro com supervisores e coordenadores das atividades do projeto, os profissionais apresentaram os resultados prévios da Pesquisa de Diagnóstico para avaliação dos resultados alcançados nas propriedades em processo de Recuperação de Áreas Degradadas (RAD).

 

Os dados coletados servirão de indicadores para avaliar os benefícios proporcionados pelo Plantar Rondônia aos mais de 1.700 agricultores familiares atendidos ao longo dos cinco anos de ações do projeto (2018 a 2022) em 25 municípios do estado.

 

Ao todo, 570 propriedades rurais fazem parte da amostragem e estão sendo visitadas pelos extensionistas para identificar transformações positivas proporcionadas pelo projeto nos aspectos ambientais, socioeconômicos e também para fazer o levantamento de pontos que podem ser melhorados em futuras ações de apoio à agricultura familiar.

 

Atendimento

 

Um diferencial desta pesquisa em relação ao que já foi feito até hoje em outros projetos é a inclusão de perguntas específicas sobre a percepção do agricultor com relação as ações e benefícios proporcionados pelo projeto.

 

“Como profissionais especializados, conseguimos mensurar vários aspectos, mas o olhar do produtor e suas impressões quanto às transformações geradas tornará o diagnóstico mais completo e alinhado com a realidade e as necessidades da agricultura familiar em Rondônia”, disse Fabiana Barbosa Gomes, coordenadora do setor de Análise e Monitoramento da Paisagem, equipe responsável pela pesquisa.

 

Participantes do encontro recente de avaliação do Plantar Rondônia - Foto: Divulgação/Rioterra

 

E conclui: “Buscamos compreender a percepção do agricultor, como foi o impacto das ações do projeto na vida dos membros da família, e se há mudança de comportamento e conscientização com relação a recuperação e conservação ambiental”.

 

No aspecto ambiental, o propósito é entender se a metodologia implementada no projeto de restauração foi a mais adequada e identificar como tem sido a evolução da regeneração da cobertura vegetal nas áreas recuperadas.

 

Levantar dados como: qual era a situação da área antes da implantação do projeto de RAD (Recuperação de Áreas Degradadas), quais foram as culturas plantadas na área, qual foi o trato cultural realizado pelo agricultor no período, como está a situação da área hoje, se as mudas estão saudáveis e se desenvolvendo corretamente, identificar a taxa de mortalidade das mudas e se será necessário o replantio em alguma área.

 

“No aspecto ambiental, as ações do projeto Plantar Rondônia visam a recuperação e conservação da cobertura vegetal e a regularização ambiental desses imóveis rurais. Esse diagnóstico vai indicar o que ainda é necessário para completar a recuperação da área e garantir a adequação dessas propriedades ao Código Florestal Brasileiro”, completa Carlos Coelho, supervisor de Extensão Rural.

 

No aspecto socioeconômico a proposta é verificar as condições financeiras que aquela área proporcionou ao beneficiário e a projeção de qual retorno e durante qual período a recuperação daquela área pode possibilitar ao agricultor.

 

“Com esses dados, poderemos identificar os métodos e práticas de restauração florestal mais adequados para que a conservação da floresta seja também financeiramente positiva para agricultores e agricultoras familiares da Amazônia”, completou Fabiana Barbosa Gomes.

 

O Plantar Rondônia é realizado pelo Centro de Estudos Rioterra em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia e apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por meio do Fundo Amazônia.

Direito ao esquecimento

Você já decidiu em quem votar para deputado(a) estadual, federal, senador(a) e presidente?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS