SOJA: Pesquisa inédita é realizada com produtores do Brasil e dos EUA

SOJA: Pesquisa inédita é realizada com produtores do Brasil e dos EUA

Foto: Ilustrativa

Estudo inédito realizado no Brasil e nos Estados Unidos medirá a influência dos canais de comunicação na tomada de decisão sobre a adoção de novas tecnologias na agricultura. Promovida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pela Universidade de Illinois, com apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a pesquisa é focada em produtores de soja dos cinco principais Estados de cada país.
 
No Brasil, o público-alvo são agricultores de Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul. Nos EUA, a mesma pesquisa será aplicada em Illinois, Iowa, Minnesota, Indiana e Nebraska. O critério de escolha foram os cinco Estados, em cada país, com a maior área cultivada com soja. 
 
São apenas cinco a sete minutos para responder as questões, todas de múltipla escolha. Os respondentes não serão identificados e todas as respostas serão confidenciais. No final do questionário, o produtor poderá ainda incluir o seu endereço de e-mail para receber os resultados da pesquisa. 
 
Para participar, basta acessar o questionário aqui: https://bit.ly/agricomunica.
 
O levantamento online buscará identificar a contribuição de veículos de massa (jornais, revistas, rádio, televisão, websites), de mídias sociais (WhatsApp, Facebook, Youtube, Instagram) e das relações interpessoais (dias de campo, conferências, extensionistas, vendedores) na decisão de adotar uma nova tecnologia para a lavoura.  
“Os resultados serão importantes para ajudar nas estratégias de disseminação de soluções digitais na agricultura, além de subsidiar novas pesquisas em comunicação agrícola, uma área ainda carente de dados”, afirma a jornalista e doutoranda Joana Colussi, uma das pesquisadoras responsáveis pelo estudo, juntamente com os professores Antônio Padula, da UFRGS, e Gary Schnitkey, da Universidade de Illinois. 
 
Diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, o pesquisador Sérgio De Zen destaca que a evolução da safra agrícola está diretamente relacionada com a adoção tecnológica no campo. “Por isso é de extrema importância termos dados confiáveis para acompanhar e planejar ações nessa direção”, afirma De Zen.  
 
Para o diretor executivo da Aprosoja Brasil, Fabrício Rosa, a facilidade de comunicação e de acesso à informação, proporcionada pela internet, estão introduzindo o agricultor nessas novas tecnologias da informação. No entanto, segundo ele, sua plena utilização ainda depende de uma melhor conectividade no campo.
 
“Pesquisas desta natureza são importantes para entender quais são as ferramentas que os produtores procuram utilizar para uma melhor tomada de decisão em seus negócios. Hoje existe uma infinidade de opções digitais e muito mais poderiam estar sendo adotadas se fossem feitos investimentos para implantação de uma infraestrutura de internet mais confiável na área rural”, observa.
 
No Brasil, a pesquisa conta ainda com a colaboração da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Federação da Agricultura do Paraná (Faep) e Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), além de Ematers, universidades, cooperativas e organizações públicas e privadas ligadas ao agronegócio. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS