BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PRIMEIRA ETAPA: Agricultores de RO recebem títulos fundiários por meio do Terra Brasil

A Secretaria de Agricultura de Rondônia estima que este ano serão distribuídos mais 350 títulos, ao custo de R$ 40 milhões

AGRO RONDÔNIA

30 de Junho de 2020 às 11:03

Foto: Divulgação

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o governo de Rondônia anunciaram na última segunda-feira (29), em videoconferência, a primeira etapa da entrega de títulos, por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário – Terra Brasil, para pequenos agricultores.
 
Agricultores de Rondônia recebem títulos fundiários por meio do Programa Terra Brasil
 
Segundo o secretário de Agricultura Familiar do Mapa, Fernando Schwanke, foram entregues 90 títulos fundiários, pagos pelo Fundo de Terras, mantido com verbas federais. Para esta primeira etapa do financiamento foram destinados R$ 9,8 milhões. A Secretaria de Agricultura de Rondônia estima que este ano serão distribuídos mais 350 títulos, ao custo de R$ 40 milhões.
 
“Gosto muito deste programa, e conseguimos finalmente colocá-lo para rodar. É um programa importante, de sucesso, porque as pessoas escolhem as terras”, destacou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. “É preciso muita responsabilidade nossa, de todos os parceiros envolvidos, para que seja um projeto correto, que dê renda, frutos, dignidade e melhoria da qualidade de vida para os agricultores”, completou a ministra.
 
Tereza Cristina parabenizou o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, pelo sucesso da iniciativa, que merece, segundo ela, ser considerada modelo. “Rondônia é um Estado voltado para a agricultura e o agronegócio e vai se desenvolver cada vez mais”, afirmou, por sua vez, o governador.
 
Para o secretário estadual de Agricultura, Evandro Padovani, o programa de Crédito Fundiário funciona bem e é estratégico porque combate a pobreza, o êxodo rural, distribui renda para famílias rurais e promove o desenvolvimento econômico sustentável da Amazônia. Participaram ainda do evento representantes dos trabalhadores rurais, deputados estaduais, prefeitos,vereadores, além de representantes locais do Banco do Brasil, da Emater e do Mapa.
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS