BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

As eleições de outubro

COLUNA

20 de Janeiro de 2020 às 15:22

Foto:

Sete meses e quinze dias nos separam das eleições para a escolha do prefeito, do vice-prefeito e dos vinte e um vereadores que vão compor a Câmara Municipal de Porto Velho. Trata-se de mais uma eleição democrática. Em outubro, com a permissão Divina, participaremos de um momento extremamente importante na vida da nossa cidade.

 

Muitos, desde já, se apresentam como pretensos candidatos ao posto hoje ocupado pelo prefeito Hildon Chaves. Não custa repisar, contudo, que Porto Velho experimenta um período extremamente delicado. Dai por que a responsabilidade de cada um de nós, eleitores, de não deixar passar em brancas nuvens a oportunidade para extirpar pela raiz o que precisa ser arrancado e jogado fora.

 

Aproxima-se a hora da reflexão. Muito cuidado, eleitor! Não vamos alimentar com o nosso voto velhos e conhecidos lobos travestidos em pele de cordeiro, que torram carradas e carradas de dinheiro em campanhas milionárias e, o que é pior, sem nenhum pudor, numa afronta inominável, um acinte e uma agressão aos nossos mais elementares foros de cidadania, como se o interesse público nada significasse.

 

Gratifica-nos saber que o presidente do diretório municipal do MDB, Dirceu Fernandes, convidou o desembargador Walter Waltenberg, prestes a aposentar-se, para compor os quadros do partido. Não é preciso ser oráculo para saber que o convite tem a primazia de colocar o ex-presidente do tribunal de Justiça de Rondônia no ringue da disputa pela prefeitura da capital, o que, em se concretizando, será algo extremamente positivo, pois a politica precisa de homens da estirpe do doutor Walter, uma figura provecta, que construiu sua biografia pelo exemplo de trabalho e dedicação que ofereceu e continua oferecendo às gerações.

 

Já disse alguém, que os homens passam à história muito mais pela capacidade de sonhar e fazer, que pela avidez por mandar. Não é por acaso que a trajetória dos povos tem sido substancialmente marcada por ações que as tornam seus executores pessoas especiais, diferentes de seus contemporâneos. Apenas alguns desses seres privilegiados pela natureza desfrutam de outro privilégio, que os faz em vida uma legenda. Ligado, indissoluvelmente, ao estado de Rondônia e, de modo especial, ao município de Porto Velho, doutor Walter muito ainda tem para oferecer a este pedaço de chão.

 

O município de Porto Velho já foi muito agredido em sua história. É a hora da redenção. Não faça do seu voto instrumento de barganha, de toma-lá-dá-cá, do “é dando que se recebe”, dentre outras coisas do gênero.  Pense nisso, meu caro eleitor, antes de apertar os teclados da urna eletrônica, no pleito que se avizinha.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

O vereador conversou com a população que buscava atendimento e também com integrantes das equipes das unidades onde colheu informações para a elaboração de oficio a ser encaminhado ao Executivo cobrando as devidas tomadas de providência.

10 de Julho de 2020 às 15:06