GANHADORES: Lula e Marcos Rocha vencem em disputas acirradas pelo poder

GANHADORES: Lula e Marcos Rocha vencem em disputas acirradas pelo poder

Foto: Divulgação

 

Sorriso
 
No dia da eleição, em que todos os olhos do país se voltaram para a votação, um sortudo de Rondônia, tem motivos para sorrir. Ele acertou a quina, do último sorteio da Mega-Sena, ocorrido na tarde do último sábado (29), e levou para a conta bancária a bolada de R$ 215.294,40. A quina, saiu para um apostador de São Paulo, com o prêmio de R$ 131.000.000,00. Já 75 rondonienses fizeram a quadra e cada um ganhou R$ 1057,40. Não é muito, mas já ajuda!
 
 
Polícias 
 
O domingo de votação tinha tudo para ser um dia normal de eleição no Brasil, aliás, como sempre foi desde a redemocratização do país. Porém, sempre tem um porém, a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal resolveram atuar como polícias particulares do Governo Federal. Apesar da ordem dada no dia anterior pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre Moraes, de que estariam proibidas as operações dessas corporações no dia eleição, o que se viu foi uma desobediência à uma ordem judicial. Por todo o país, inclusive em Rondônia, ônibus carregando eleitores foram parados arbitrariamente e os passageiros intimidados. 
 
 
Só se for...
 
O diretor geral da PRF, o catarinense Silvinei Vasques, foi chamada a explicar o motivo dessas ações em pleno dia de eleição, em especial no Nordeste onde foram realizadas quase 600 ações do tipo. Concidentemente, foi a região onde Lula teve a votação mais expressiva no 1º turno. Após uma conversa com Alexandre Moraes, o presidente do TSE, fez uma entrada ao vivo, onde afirmou que as ações foram normais e que ninguém foi impedido de votar. Acreditam nisso?
 
Lula lá
 
Mas no fim, prevaleceu a vontade do povo e o retirante nordestino que chegou à São Paulo em um caminhão ‘pau-de-arara’, foi eleito, pela terceira vez, presidente do Brasil. Aliás, fato único na história do país. O discurso de Lula, logo após ter certeza da vitória, foi o de união nacional. Uma fala acertada. O momento é de baixar as armas, desfazer o palanque de ambos os lados e lutar pelo Brasil e o seu povo. Uma tarefa de gigantes, o que não falta é trabalho.
 
Fome
 
Mas um ponto que chamou a atenção no discurso do futuro novo presidente do Brasil, trata-se do combate à fome. Não podemos aceitar que um país que é um dos maiores produtores de grãos no mundo, conviva pacificamente com o monstro da fome. Essa conta não fecha e o foco tem que ser em garantir três refeições diárias para todos. 
 
 
Rocha
 
Em Rondônia, Marcos Rocha recebeu a missão do povo de continuar mais quatro anos no comando do Governo do Estado. Ao derrotar o senador Marcos Rogério, o atual governador ganhou musculatura para o exercício do poder e deixou de ser alguém que, para muitos, caiu de paraquedas na política, dependente da onda Bolsonaro, que varreu o país em 2018. A partir de agora, Marcos Rocha pode se descolar do atual presidente e alçar voo próprio, sem aquela dedicação que sempre teve a Bolsonaro, apesar, de o inverso quase nunca ter acontecido.
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS