SABORES: Turismo gastronômico ajuda a fomentar agricultura familiar

Roteiros rurais contam com apoio do MTur para reforçar o seu potencial de atrair visitantes interessados em desfrutar de delícias culinárias típicas do campo

SABORES:  Turismo gastronômico ajuda a fomentar agricultura familiar

Foto: Divulgação

 

ados da Organização Mundial do Turismo (OMT) revelam que a gastronomia é o terceiro principal motivo da realização de viagens em todo o planeta. E, para além das grandes metrópoles, o poder de atração das delícias da boa mesa favorece o fomento, no Brasil, de uma das fontes de ingredientes que ajudam a fazer a fama global da culinária nacional: a agricultura familiar.
 
 
Ciente do crescente potencial do campo de seduzir visitantes com iguarias únicas do país, o Ministério do Turismo apoia a formatação de experiências memoráveis por pequenos produtores. Eles têm suporte do projeto Experiências do Brasil Rural, que, desde 2021, garante capacitação no sentido de aperfeiçoar a estruturação, a promoção e a comercialização de produtos e serviços.
 
 
Por meio da iniciativa, organizada pelo Ministério do Turismo em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Universidade Federal Fluminense (UFF), já foram contemplados mais de 100 agricultores familiares. Eles integram 14 roteiros de turismo rural de nove estados, que envolvem cerca de 40 municípios do país e, aproximadamente, 130 empreendimentos turísticos.
 
 
A primeira edição do projeto englobou oito roteiros, focados em queijos, vinhos, cervejas e Frutos da Amazônia: a Rota Amazônia Atlântica (PA); a Terra Mãe do Brasil, Seus Caminhos, Segredos e Sabores (BA); o Agroturismo (ES); as rotas do Queijo Terroir Vertentes e das Terras Altas da Mantiqueira (MG); o Caminhos do Campo (SC), a Ferradura dos Vinhedos e o Roteiro Farroupilha Colonial (RS).
 
 
O apoio do MTur proporcionou, inclusive, que as riquezas culinárias das rotas inicialmente atendidas fossem retratadas em vídeos, disponíveis no YouTube. Por meio do Cozinha Show, que divulga a gastronomia baseada na agricultura familiar do país, os chefs Leo Coalhada e Zeca Amaral promoveram releituras de pratos típicos originários dos roteiros. (Confira AQUI os vídeos)
 
 
EXPOSIÇÃO - A 2ª edição do projeto, atualmente em curso, envolve 6 roteiros, ligados às cadeias agroalimentares do café, cachaça, farinha de mandioca e do mel: o “Caminhos de Dona Francisca” (SC); a Rota do Engenho e a Rota Caminhos da Serra de Itabaiana (SE); a Rota Verde do Café (CE); a Rota Turística do Café e o Roteiro do Café e do Vinho, os dois últimos de São Paulo.
 
 
Neste mês de novembro, atrações gastronômicas das 14 rotas beneficiadas nas duas edições do Experiências do Brasil Rural foram as estrelas de estandes do MTur em dois importantes eventos do turismo nacional: o 29º Agrinordeste, maior feira indoor do agronegócio do Norte e Nordeste, realizada em Olinda (PE), e o 34º Festuris, a Feira Internacional de Turismo de Gramado (RS).
 
 
VOCAÇÃO - O projeto dialoga com outra ação do MTur voltada ao fortalecimento da culinária associada a viagens: o Programa Nacional de Turismo Gastronômico, construído junto à Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Lançada neste ano, a iniciativa reúne ações de estruturação e promoção com o objetivo de desenvolver o segmento e efetivar a grande vocação do Brasil.
 
 
Também em 2022, o MTur disponibilizou duas publicações sobre o ramo: o “Estudo sobre Tendências de Turismo Gastronômico: Brasil 2030”, produzido em parceria com o Instituto Federal de Brasília (IFB); e o Boletim de Inteligência de Mercado em Turismo Gastronômico. (Saiba mais AQUI sobre o Programa Nacional de Turismo Gastronômico e as publicações)
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS