ARIQUEMES: Confúcio Moura defende implantação do curso de medicina e polo tecnológico

Com instalações inacabadas e curso sem aderência, Universidade discute formas para ampliar a oferta pedagógica e contribuir com o desenvolvimento da região do Vale do Jamari

ARIQUEMES: Confúcio Moura defende implantação do curso de medicina e polo tecnológico

Foto: Divulgação

 
Em reunião realizada na tarde de terça-feira (31), a direção da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, envolvendo integrantes do campus de Ariquemes e da Reitoria de Porto Velho debateram soluções possíveis para dinamizar as atividades da unidade do município de Ariquemes.
 
 
Foram convidados os gestores da administração municipal, professores da rede pública e representantes de organizações da sociedade civil. O senador Confúcio Moura (MDB-RO) participou por videoconferência.
 
 
Os debates, a rigor, concentraram-se em dois pontos: como viabilizar a conclusão das instalações ainda inacabadas e quais os cursos a implantar no campus, além dos de pedagogia e do de engenharia de alimentos, este último com muitas dificuldades de se manter, em função da baixa adesão.
 
 
Em sua fala, o vice-reitor, expôs o cuidado com que a Universidade tratava esta questão, uma vez que a entidade não poderia errar e ser obrigada a fechar determinado curso, pois “universidade pública como a nossa não é igual instituição privada. Temos que pensar em carreiras de 30 anos, mais a questão previdenciária, que onera o erário. Além disso, o Vale do Jamari é pujante, tem economia dinâmica, e precisa da UNIR para desenvolver ainda mais. Sei que existem pedidos para o curso de medicina, mas é um dos cursos mais complexos para ser realizado. Envolve dedicação integral do corpo docente, escasso na região e, mais ainda, exige espaços para estágios, residências, toda uma estrutura que completa a formação. Mas, enfim, este é o objetivo do debate de hoje”, concluiu.
 
 
Por sua vez, na sua fala, o senador defendeu a implantação do curso de medicina no campus. “Este é curso que ajudaria muito a região. Vivemos as mesmas dificuldades quando a UNIR decidiu implantar o curso em Porto Velho. Não foi fácil, mas os governadores ajudaram. Além disso, podemos pensar numa integração entre a UNIR e o IFRO e chegarmos na criação de um Polo Tecnológico em Ariquemes, tal como o de São Carlos, em São Paulo. O agro, cada vez mais demanda recursos tecnológicos, cada vez se especializa. É caso de o Polo focar em robótica e genética, ciências cada vez mais demandadas no campo. Não creio que devemos reproduzir cursos que o mercado já oferece e promover concorrência desnecessária com as faculdades privadas. Temos que pensar em coisas novas. Em relação ao apoio, contem comigo naquilo que for definido como o melhor para a UNIR e para a região. O desenvolvimento da região deve ser prioridade. E a bancada federal em Brasília estará junta com aquilo que a UNIR nos encaminhar. Os oito deputados e os três senadores estaremos juntos”, afirmou o Parlamentar.
Direito ao esquecimento

O senador Marcos Rogério defendeu o pastor Milton Ribeiro, preso pela Polícia Federal. Qual a sua opinião?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS