EM BRASÍLIA: Deputado Jhony Paixão visita Centro Integrado de Comando e Controle Nacional

Parlamentar acompanhou apresentação do Projeto que visa integrar ações de combate ao crime em todo o País

EM BRASÍLIA: Deputado Jhony Paixão visita Centro Integrado de Comando e Controle Nacional

Foto: Divulgação

O  deputado estadual Jhony Paixão (Republicanos), visitou  na manhã da última terça (22), o Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, em Brasília.
 
O Parlamentar foi conhecer de perto como é a estrutura e a rotina do Centro  que terá uma Unidade em Rondônia.
 
A previsão, segundo o deputado, é que ainda na segunda quinzena de julho o estado tenha uma estrutura semelhante.  “ A notícia é maravilhosa. Já na segunda quinzena de julho teremos em nosso estado algo dessa magnitude, o qual vai trazer dignidade inclusive para o (Ceop) onde os policiais vão trabalhar em um local com mais conforto e com a junção entre as policiais penal, civil e militar.” Disse ele.
 
O deputado acrescentou ainda que o Centro Integrado e a união de todas as forças policiais vão  proporcionar ações rápidas e segurança pública de qualidade contra os conflitos agrários, organizações criminosas e os mais diversos crimes que são registrados em um estado como Rondônia.  Os recursos são do governo federal na ordem de R$ 2 Milhões de reais.
 
Centro Integrado de Comando e Controle
 
O Ministério da Justiça e Segurança Pública criou a Secretaria de Operações Integradas (Seopi) para dar um novo passo  para a condução de uma nova política pública de segurança, com foco na troca de informações entre as forças policiais e  órgãos estratégicos em todo o país.  Com a criação da (Seopi) o governo federal buscou a integração das atividades de inteligência com os órgãos federais, estaduais, municipais e com o distrito federal.
 
O Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) seria uma das ferramentas, sob  responsabilidade da Seopi, com a função de reunir os dados de inteligência entre os  órgãos estaduais.  
 
Na região Nordeste o centro  foi instalado no  fim de 2018, em Fortaleza.
 
O Centro de Comando em Brasília se comunica com o Centro do Estado que se comunica com os municípios, com a troca de informações e o planejamento para as ações de combate a criminalidade.
 
Criado em 2019 o (CICC) realizou  seis operações integradas, no ano seguinte pulou para 13 e a previsão para este ano é que se aproxime de 40 operações.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS