CONQUISTA: PL de Edevaldo Neves que prioriza Segurança Pública para tomar a vacina é aprovado

“Nossos profissionais da Segurança Pública estão desde o início da pandemia cumprindo com seu dever, eles estão na linha de frente, expostos ao risco de contaminação"

CONQUISTA: PL de Edevaldo Neves que prioriza Segurança Pública para tomar a vacina é aprovado

Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Porto Velho aprovou na manhã desta terça-feira (23), por 19 votos favoráveis o Projeto de Lei nº 4133/2021 de autoria do vereador Edevaldo Neves (PROS), que prioriza os profissionais da Segurança Pública, incluindo os Agentes de Segurança Socioeducadores, para o recebimento da vacina da Covid-19 em Porto Velho.
 
“Nossos profissionais da Segurança Pública estão desde o início da pandemia cumprindo com seu dever, eles estão na linha de frente, expostos ao risco de contaminação, que lamentavelmente já matou muitos deles. Por isso, a inclusão deles nos grupos prioritários da vacinação é, antes de tudo, uma questão de humanidade e de justiça”.
 
Consideram-se como prioridade os profissionais de segurança pública para o recebimento da futura vacina contra o coronavírus, a Polícia Penal, Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros Militar, Agentes de Segurança Socioeducadores e Defesa Civil, que atuem no município de Porto Velho.
 
“Perdemos inúmeros irmãos de farda, profissionais dedicados que mesmo colocando em risco a própria vida, não se acovardaram e defenderam a sociedade até o fim, lutando para manter a ordem e a paz social em nossa capital, apresentamos esse projeto para preservar a vida dos nossos amigos, profissionais da Segurança Pública, garantir que todos eles voltem para seus lares, com vida, no fim de mais um plantão”, pontuou Edevaldo Neves.
 
Aproveitando a justificativa de voto, Edevaldo pediu mais atenção do governo do estado à categoria da Polícia Penal, que amarga uma defasagem salarial de mais de 8 anos sem o reajuste mínimo da inflação, pediu que seja aprovado o mais rápido possível o retorno do Auxílio Covid. O parlamentar ressaltou que a categoria tem perdido inúmeros profissionais para o Coronavírus e disse que hoje a Câmara Municipal de Porto Velho fez justiça em priorizar esses profissionais para receber a vacina.
 
Edevaldo na condição de policial penal cobrou ao Executivo Estadual para que saia da zona de conforto e faça algo de fato valorize o policial penal, porque a “onda” que o colocou no poder não vai mais voltar.
 
“A segurança nunca se ausentou e sempre esteve, e ainda está, na linha de frente, salvando vidas. Isso é mínimo que os nossos profissionais da Segunda Pública merecem”, finalizou Edevaldo Neves.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS