BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DE RONDÔNIA: Chrisóstomo envia recursos à Rede Sarah Kubitschek para atender pacientes

A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação é uma instituição especializada no tratamento de problemas ortopédicos e na reabilitação neurológica de pacientes

ASSESSORIA

12 de Novembro de 2020 às 09:04

Foto: Divulgação

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL) revelou nesta terça-feira (10) que destinou recursos para a Rede Sarah Kubitschek atender e recuperar pacientes moradores de Rondônia.
 
A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação é uma instituição especializada no tratamento de problemas ortopédicos e na reabilitação neurológica de pacientes. O tratamento é grátis, mas é preciso se inscrever e aguardar ser chamado. Dependendo da especialidade, essa espera pode chegar a meses.
 
A Rede Sarah não possui unidades de atendimento em Rondônia. Por isso, o deputado Coronel Chrisóstomo destinou cerca de R$ 250 mil ao instituto para que os rondonienses possam realizar consultas e receber tratamento adequado.
 
“A Rede Sarah Kubitschek é uma das maiores referências em reabilitação física do Brasil. Destinei esses recursos à instituição para que os moradores de Rondônia também possam ser beneficiados pelos tratamentos de última geração – seja em Brasília ou em outras unidades espalhadas pelo país”, explica o parlamentar.
 
Coronel Chrisóstomo vai se reunir nas próximas semanas com diretores da Rede Sarah em Brasília para tentar viabilizar rapidamente o atendimento de moradores de Rondônia. “Quem sofre com problemas médicos e físicos não pode esperar. Vamos traçar planos para que as unidades possam receber os rondonienses o mais rápido possível”, conclui o deputado.
 
Para solicitar atendimento, acesse o site www.sarah.br, preencha os formulários e aguarde o contato da instituição.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

MP obtém liminar para que Energisa forneça energia de qualidade

MP obtém liminar para que Energisa forneça energia de qualidade

O Ministério Público também relata que, conforme informado pelo Procon local, somente em relação ao Município de Ariquemes, a quantidade de reclamações em aberto contra a empresa atingiu o total de 514, no período de 1º de janeiro de 2019 a 14 de novembro do mesmo ano.

23 de Novembro de 2020 às 08:53