BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Homem que matou menina de 11 anos diz que alvo era o pai da vítima

Homem que matou menina de 11 anos diz que alvo era o pai da vítima

Da Redação

19 de Agosto de 2007 às 16:16

Foto: Divulgação

*A Polícia Militar em Governador Jorge Teixeira registrou, na tarde da última quarta-feira (17), por volta das 17h17min, na linha 648 Km 2, Governador Jorge Teixeira, uma ocorrência de homicídio. Após denúncias os Policiais Militares deslocaram-se até a Linha e encontraram o corpo de uma criança de iniciais A.S.L, 10 anos, residente no local do fato. *Conforme consta no boletim de ocorrência policial, a Central de Operações da Polícia Militar foi acionado por uma moradora das proximidades, que relatou que no local havia uma criança caída no interior da residência. Foi enviada ao local a Guarnição de Serviço comandada pelo Cabo PM Saraiva, auxiliado pelos policiais militares Rosicley, Cabral, Soares e Waldemir. *No local os Policiais Militares constataram o fato, encontrando o corpo da criança caído ao solo no interior da casa, com 02 lesões na cabeça e um hematoma no pescoço. Uma foice suja de sangue foi encontrada atrás da porta, que possivelmente pode ter sido usada no crime bárbaro. *Compareceu também ao local do fato o Delegado de Polícia Civil de Jaru Dr. Herivelto Leal, auxiliado com uma equipe de policiais civis do Serviço de Inteligência e também o Perito que foi deslocado da cidade de Ariquemes. Depois de feita a perícia o corpo foi liberado ao IML para os devidos exames. A policia quer saber se houve abuso sexual contra a vítima antes de ser assassinada. *No momento em que a perícia era realizada, havia um homem não identificado atrapalhando os serviços periciais, de maneira suspeita. Foi abordado e identificado como sendo Marcelino Gonçalves de Miranda, residente na mesma Linha no Km 6. O Delegado deu voz de prisão a Marcelino por está atrapalhando a perícia e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Jaru, onde foi interrogado sobre o crime. Marcelino acabou confessando que dias antes teve uma discussão com o pai da criança por motivo fútil e que tinha ido até a casa da vítima para matar seu pai, como o mesmo não se encontrava resolveu matar a criança que estava só, desferindo dois golpes de foice de maneira cruel, sem qualquer chance de defesa. O homicida foi flagranteado pelo Delegado de plantão e entregue na Casa de Detenção onde aguardará o pronunciamento da Justiça.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS