NA BR-174: Através de fotografia, mãe e padrasto reconhecem rapaz que morreu atropelado

Rubens Ideron havia saído de casa para andar de bicicleta

NA BR-174: Através de fotografia, mãe e padrasto reconhecem rapaz que morreu atropelado

Foto: Divulgação

Através da fotografia enviada pela funerária de Comodoro (MT), que recolheu o corpo do jovem atropelado na noite de ontem, na BR 174, próximo a Vilhena, a mãe e o padrasto dele fizeram o reconhecimento.
 
Na redação do jornal, a servidora pública da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) se abalou ao ver a imagem do filho morto. O jovem de 24 anos se chamava Rubens Ideron dos Santos.
 
Formado em engenharia da computação, Rubens saiu de casa ontem dizendo que iria andar de bicicleta. Como ele estava demorando a voltar, o padrasto, que é professor, e a mãe, que mora em Vilhena há 18 anos, foram procurá-lo, mas não o encontraram.
 
Segundo o casal, Rubens voltou à cidade há dois anos, depois de concluir seu curso.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS