SUSTENTABILIDADE: Vilhena é pioneiro na região Norte com projeto de coleta seletiva mecanizada

Rondônia se torna o único Estado da Amazônia a executar o sistema de coleta seletiva

SUSTENTABILIDADE: Vilhena é pioneiro na região Norte com projeto de coleta seletiva mecanizada

Foto: Divulgação

 

Vilhena é a primeira cidade da região Norte a executar o sistema de coleta seletiva do programa federal “Lixão Zero”. Na manhã desta sexta-feira (23) o governador Marcos Rocha participou da solenidade de entrega de 1.500 contêineres e um caminhão lavador, realizada no Estádio Portal da Amazônia, e contou com a presença do secretário de Qualidade Ambiental, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), André França.
 
O programa foi idealizado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Vilhena, e entrou em uma disputa nacional, competindo com 1.300 projetos de todo país. Ao ser selecionado, o projeto torna-se o primeiro da Amazônia a desenvolver os serviços de coleta mecanizada.
 
O lixo hoje é um problema muito sério a nível mundial, e o mais importante é que estamos iniciando um novo paradigma em Rondônia. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) tem condições de ajudar outros municípios na execução desse programa, com o governador iremos estudar esse modelo de contribuição para meio ambiente”, destacou o secretário da Sedam, Marcílio Lopes.
 
O governador do Estado mostrou-se muito orgulhoso pela dedicação da equipe responsável pelo projeto.
 
Para o secretário de qualidade ambiental do MMA, André França, Rondônia é um dos maiores parceiros do Governo Federal. O programa de coleta seletiva é o único da Amazônia que se qualificou e se mostrou preparado para execução dos serviços, trazendo proteção ao meio ambiente e mais qualidade de vida às pessoas.
 
“É muito gratificante estar aqui, e poder mostrar que Vilhena pode ser vitrine para o país, como está sendo hoje. O sucesso já está se espalhando, a ponto de lideranças de outros estados nos encaminharem mensagens querendo conhecer de perto o projeto para que eles possam implantar nas cidades deles”.
 
O governador Marcos Rocha mostrou-se muito orgulhoso pela dedicação que a equipe responsável pelo projeto estabeleceu até colocar em prática os serviços. “A ação torna o Estado, mais uma vez, líder em inovação, sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente. Rondônia já tem sido modelo para o Brasil, no quesito livre da vacina aftosa, fechando parceria com o mercado europeu para comercialização da nossa carne. Então são ações que vamos desenvolvendo e vão levando Rondônia para o sucesso”, disse.
 
O prefeito Eduardo Japonês, explicou que mais de 100 mil pessoas serão beneficiadas. “O programa vai eliminar as lixeiras em frente às residências, acabar com as sacolas espalhadas pelas ruas, agilizar o processo de coleta do lixo, diminuir a mão-de-obra necessária para o serviço e reduzir o mau-cheiro causado pelo lixo”.
 
COLETA SELETIVA
 
A coleta seletiva mecanizada é o nome do sistema de recolhimento de lixo urbano realizado por meio de um caminhão. O veículo é equipado e especialmente projetado para receber e transportar esse tipo de resíduo. Os contêineres serão distribuídos pelas ruas onde o lixo deverá ser acondicionado temporariamente. Eles possuem encaixes para que os caminhões possam fazer a transposição do material do recipiente para o interior do veículo, sem a necessidade dos trabalhadores entrarem em contato com o lixo.
 
Entre as principais vantagens da coleta mecanizada estão: menos risco de proliferação de doenças, diminui o mau cheiro, evita o entupimento de esgotos causado pelo acúmulo de lixo, protege o lixo de animais abandonados, o descarte do lixo pode ser realizado a qualquer momento do dia e o incentivo da coleta seletiva, uma vez que os moradores devem separar o lixo para jogar nos contêineres corretos.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS