BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

BERÇO DO MADEIRA: Escritor completa desafio de 42 km entre Nova Mamoré e Guajará

Ele foi a primeira pessoa a percorrer correndo a distância entre estes dois municípios

ASSESSORIA

06 de Outubro de 2020 às 08:12

Atualizada em : 06 de Outubro de 2020 às 09:28

Foto: Divulgação

 

O escritor Simon Oliveira dos Santos, 50 anos, autor da elogiadíssima obra ‘Trem das Almas', natural de  Nova Mamoré, encarou um desafio para poucos, correu a distância entre os municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim, cujo desafio intitulou “Desafio: Berço do Madeira”, e em 4 horas e 25 minutos  percorreu a distância de 42 Km, entre os municípios, na manhã de 04 de outubro (domingo), Dia do Padroeiro da cidade, São Francisco de Assis.

 
Simon, que também é adepto do ciclismo e musculação e tem mais de 30 anos de intensa atividade esportiva, foi a primeira pessoa a percorrer correndo a distância entre estes dois municípios. Com apoio do clube de pedal de Nova Mamoré e da esposa Luciana e do filho Othávio, o atleta saiu de Nova Mamoré um pouco antes das 05h da manhã e por volta das 09h atingiu os 42km, nas proximidades do Campus do IFRO/RO, na Pérola do Mamoré.
 
 
Foram várias semanas de intenso treinamento no pedal, na corrida e na musculação, com a supervisão dos educadores físicos Eduardo Nicolau e Claydson dos Santos, da academia Hyper Fitness. “A determinação e o empenho do Simon foram fundamentais, é um atleta disciplinado e com muito foco”, afirmou Eduardo.
 
Durante o percurso, o atleta disse que após o Km 30, com a temperatura alta, seu desempenho diminuiu e por algumas vezes achou que não chegaria na cidade de Guajará-Mirim. 
 
“A hidratação foi fundamental para fechar os últimos 12 km, além de manter sempre a cabeça focada na chegada”, disse o atleta. Disse ainda que pretende participar de outras provas menores em outras cidades do Estado e quem sabe, com patrocínio, levar o nome de Nova Mamoré para outros Estados do Brasil.
 
"Nova Mamoré é o “Berço do Madeira”, um dos mais importantes rios do País, quem sabe tornamos esta prova parte do calendário estadual de eventos esportivos e assim divulgar as belezas e riquezas nossa região”, acrescentou Simon.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS