BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VILHENA: Vacinação contra gripe em município já alcança 13,5 mil pessoas

Campanha deve encerrar no dia 5 de junho

FOLHA DE VILHENA

20 de Maio de 2020 às 08:17

Foto: Divulgação

 

FOLHA DE VILHENA - A campanha de vacinação contra gripe em Vilhena já alcançou 13.539 pessoas desde seu início, em 25 de março. Atualmente na terceira etapa, a campanha já registra cobertura de 60% do público alvo e deve encerrar no dia 5 de junho. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) alerta que alguns públicos devem procurar os postinhos de saúde para que recebam a imunização.
 
“Atualmente pedimos que as crianças de seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, as gestantes, as mães de bebês com até 45 dias, as pessoas com deficiências e a população de 55 a 59 anos compareça aos postos de saúde para realizar a vacinação. Apesar de terem cobertura maior, precisamos também da colaboração dos professores da rede pública e privada, bem como dos portadores de doenças crônicas”, explica Sueli Aparecida, coordenadora do Setor de Imunização da Semus.
 
Estes são os públicos definidos na terceira etapa, que começou no último dia 11. Dentre estes públicos já foram vacinados quase 3,3 mil pessoas, porém, faltam ainda cerca de 8,9 mil pessoas destes para serem imunizados contra as gripes H1N1, H2N3 e Influenza B. Considerando todos os grupos até o momento, desde março, a cobertura está em 57%, no entanto, a terceira etapa tem adesão de apenas cerca de um terço do total.
 
A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.
 
Todos os postos de saúde estão vacinando das 7h às 18h, exceto a unidade do Setor 12 que realiza este trabalho das 7h às 13h. A Secretaria Municipal de Saúde providenciou faixas de distanciamento, álcool em gel e um profissional de saúde capacitado para orientar os usuários na entrada de cada posto. As medidas são necessárias para evitar a disseminação da covid-19, que já tem transmissão comunitária registrada no município.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS