DETALHES: Mãe de 26 anos com filha especial descobre câncer no pulmão e pede ajuda

Amanda Reis cuida de Maria Luz, de apenas três anos, que tem deficiência genética rara

DETALHES: Mãe de 26 anos com filha especial descobre câncer no pulmão e pede ajuda

Foto: Amanda e a filha Maria Luz em mais uma ida ao hospital - Arquivo Pessoal

Já não bastasse a luta diária que Amanda Reis, de 26 anos, enfrenta todos os dias para ser mãe de duas crianças, ela tem que dar atenção máxima para Maria Luz, filha dela de apenas 3 anos de idade.

 

A menina nasceu com uma deficiência genética rara, chamada de epilepsia KCNT1. Por isso, ela vive ligada a um balão de oxigênio, além do uso de uma cadeira postural especial. São muitas internações e procedimentos clínicos com a garotinha, que fazem os pais viverem em hospitais.

 

Uma das últimas passagens de Maria Luz em uma unidade de saúde durou 63 dias. Por isso, a menina tem o atendimento domiciliar, chamado de home care (cuidados em casa, em tradução livre).

 

Maria Luz dorme durante uma das várias internações que ela já passou em pouco tempo de vida - Foto: Arquivo Pessoal

 

Agora, a batalha é pela vida de Amanda, que recentemente, descobriu um câncer agressivo que ataca seus pulmões.

 

“Tudo começou na mama esquerda. Fiz muitas sessões de radioterapias. Depois tive que fazer mastectomia [retirada da mama] e agora estou com metástase pulmonar surpreendentemente agressiva. É difícil, muito difícil, mas a fé que tenho no Criador amoroso, que me mantém com esperança”, relatou Amanda ao Rondoniaovivo.

 

Na semana passada, enquanto conversava conosco, a portovelhense estava internada por conta de um derrame pleural, que é o acúmulo de líquido nos pulmões.

 

“Já fiz procedimento para retirada de 3 litros de líquido pulmonar e estou reagindo bem. Isso é sem dúvida resultado dos nódulos pulmonares malignos, que têm atrapalhado o funcionamento correto do pulmão. Já fiz também outro procedimento para colocação de um portocath [cateter], por onde vou receber as quimioterapias”, disse ela.

 

Irmão de Maria Luz, André Benjamin, mais conhecido como Dedé, faz chamego na menina em cama de hospital - Foto: Arquivo Pessoal

 

Próximos passos

 

Nesta semana, nesta terça (26) ou quarta (27), Amanda começa as sessões de quimioterapia. Além dos cuidados com a filha, a mãe atípica terá que cuidar da saúde mental e física para que siga firme na luta por ela e pela Maria Luz.

 

Diante disso tudo, ela está fazendo uma vaquinha virtual para arrecadar dinheiro e ajudar no tratamento dela e da menina, já que combater o câncer custa caro, além da doença rara da filha.

 

“Por tudo isso, peço a ajuda de vocês, seja de qualquer forma, para que possamos vencer essa fase difícil. Eu tenho a convicção de que Deus está no controle de tudo, e sei que é Ele quem vem colocando anjos para nos ajudar nessa jornada. Toda ajuda nesse momento é muito bem-vinda, pois as despesas são grandes com Maria Luz e também comigo”, explicou ela.

 

Amanda mostra visual novo, antes das quimioterapias que devem começar em breve - Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

 

Quem quiser acompanhar um pouco da rotina de enfrentamentos pela saúde da Amanda e da filha Maria Luz, pode ir até o perfil dela no Instagram: @amandarslv.

 

“Sempre que sobra um tempinho, a depender do meu estado físico, eu compartilho algumas coisas no perfil. Eu entreguei tudo para Deus. Já já estarei curada e cuidando da minha família. É só uma fase eu tenho fé”, comenta ela.

 

Quem puder ajudar com qualquer quantia, pode fazer uma transferência pela chave PIX (CPF) 034.646.182-00, em nome de Amanda Reis Silva Santana.

 

Maria Luz e a mãe Amanda; agora ambas lutam para viver juntas - Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Direito ao esquecimento

Com a chegada de Ivo Cassol, em quem você votaria para o Governo de RO?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS