TRAGÉDIA NA BARRAGEM: Ministério Público abre inquérito para investigar morte de irmãos na usina de Santo Antônio

Trabalhadores morreram após serem soterrados pelos sedimentos de barrancos do rio Madeira

TRAGÉDIA NA BARRAGEM: Ministério Público abre inquérito para investigar morte de irmãos na usina de Santo Antônio

Foto: Divulgação/Governo de Rondônia | Barragem da Usina de Santo Antônio, em Porto Velho

O Ministério Público do Trabalho (MPT) já recebeu a denúncia sobre a morte dos dois irmãos trabalhadores de uma empresa terceirizada da usina de Santo Antônio, em Porto Velho (RO), na última quinta-feira (22). A Procuradoria Regional do Trabalho em Porto Velho irá conduzir o processo de apuração do caso. 
 
Segundo o MPT, até o momento, o inquérito está sendo instaurado com as informações iniciais divulgadas pela imprensa. Agora a procuradoria irá solicitar informações concretas as partes envolvidas do caso. 
 
A tragédia
 
Os irmãos Cláudio de Sales Fernandes, 46, e Otacílio de Sales Fernandes, 34, morreram durante a realização de um trabalho em uma das turbinas da Santo Antônio Energia. Eles estavam retirando peixe do local, mas acabaram ficando soterradas em uma área de atoleiro formada por sedimentos de barranco.
 
Segundo informações da polícia, Cláudio ficou atolado e Otacílio foi tentar salvá-lo. A missão deu certo, Cláudio foi levado para um hospital particular, na região Urbana de Porto Velho. 
 
Já Otacílio, na tentativa de salvar o irmão, acabou soterrado e foi a óbito. O corpo só foi encontrado por volta das 21h. 
 
Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, Cláudio chegou ao pronto socorro do hospital já em óbito. As vítimas tinham mais de 10 anos de experiência na área.
 
Se encontradas provas de negligência, o Ministério Público do Trabalho deverá oferecer denúncia ao Tribunal Regional do Trabalho da 14 ª Região (TRT) e ao Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ), que deverão julgar o caso.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS