DESPREZO: Antiga cadeia pública da EFMM está sendo desmontada por vândalos em Jaci-Paraná

Vários pontos do maior patrimônio histórico de RO estão sendo roubados ou sendo apropriados de forma irregular

 

Um morador do distrito de Jaci-Paraná, pertencente a Porto Velho, fez um vídeo na última segunda-feira (19), indignado com mais um descaso em relação ao patrimônio histórico da Estrada de Ferra Madeira-Mamoré.

 
Dessa vez, o desprezo que revoltou o cidadão se deve ao saque que estão fazendo com uma antiga cadeia, feita toda de trilhos, para onde eram levados os que cometiam algum tipo de crime durante na época de ferrovia.  No local, segundo as imagens, estão serrando e retirando os trilhos da construção. Toda a estrutura da prisão, se encontra ao lado da antiga estação ferroviária de Jaci-Paraná. 
 
O Rondoniaovivo tem feito uma série de matérias denunciando o abandono no qual se encontra o acervo do maior símbolo da história de Rondônia. As denúncias vão desde o corte com maçarico de ferros da ferrovia para se transformarem em sucata até, mais recente, a suposta compra por um particular do prédio da antiga estação do distrito de Abunã, para que seja transformada em um comércio.  
 
 
SOLUÇÃO
 
O historiador e vereador por Porto Velho, Aleks Palitot (PTB), contou que já foi informado sobre a situação do patrimônio da Madeira-Mamoré nos distritos de Abunã e Jaci-Paraná. Ele disse que solução é o Prefeitura de Porto Velho, ocupar esses locais históricos.
 
"O ideal seria ocupar ambas as estações com equipamentos do município e revitalizar o espaço", comenta.
 
O vereador ressaltou que alguns órgãos já estavam buscando estratégias para que essa situação de vandalismo não ocorresse nesses espaços.
 
"Uma força tarefa havia sido organizada pela Prefeitura, Câmara de Vereadores, Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional(Iphan) e ferroviários, a fim de traçar alternativas para evitar que esses roubos e saques ocorram", explicou.
 
Ele ainda informou, que estão cobrando das autoridades competentes, que descubram quem são os autores do crime. 
 
"Esse é um tipo de crime federal, pois, são equipamentos da Secretaria do Patrimônio da União", diz Aleks.
 
Palitot comentou também que foi marcada uma reunião próxima quarta-feira (21), com o delegado geral da Polícia Civil para discutir sobre os prejuízos ocasionados ao patrimônio histórico de Rondônia.
 
 "Já foram roubadas peças no Km 01, Km 03, Km 04, Antiga Estação Teotônio, Abunã e Jaci-Paraná. Essa é uma situação preocupante que precisa de investigação", finalizou.
 
DENÚNCIAS
 
A Superintendência Distrital oferece os seguintes canais de contato para que os habitantes de Jaci-Paraná, ou de qualquer outro distrito, entrem em contato caso tenham alguma informação que leve à identificação dos infratores ou à recuperação das peças. A Superintendência garante o anonimato dos denunciantes.
 
Telefone: (69) 98473-3832
E-mail: gabinete.smd@portovelho.ro.gov.br
 
Ajude a Prefeitura de Porto Velho a recuperar parte de nossa cultura, nossa história, nossa memória viva.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS