PÓS-PANDEMIA: Setor de vestuário quer mais visibilidade para melhorar negócios na capital

Empresários apontaram alternativas para fomentar a economia de Porto Velho

PÓS-PANDEMIA: Setor de vestuário quer mais visibilidade para melhorar negócios na capital

Foto: ILUSTRATIVA

 

O setor de vestuários indicou a realização de feiras e eventos para fomentar os negócios, apoio para divulgação na internet e formação de mão de obra qualificada como caminhos para a retomada da economia após o controle da pandemia de Covid-19.
 
 
As propostas foram apresentadas, na última quinta-feira (15), na série de reuniões virtuais realizadas pela Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH).
 
 
As lideranças do setor destacaram os efeitos provocados pela pandemia nos negócios e foram ouvidos com atenção pela ADPVH. O resultado destas conversas é uma importante contribuição para um programa de recuperação econômica que a Prefeitura de Porto Velho fará, através da ADPVH, com a mobilização de secretarias municipais.
 
 
Assim como outras lideranças setoriais da economia manifestaram em reuniões anteriores com a ADPVH, o ajuste na carga tributária foi citado como mecanismo que vai contribuir para que os negócios retornem a patamares positivos.
 
 
O segmento também sugeriu que a municipalidade amplie as compras no comércio local para contribuir no processo de retomada econômica.
 
 
“Vemos a Prefeitura como um excelente consumidor e que pode prestigiar ainda mais o comércio local com a compra de uniformes escolares, por exemplo”, sugeriu Helena Aparecida Mourão, presidente do Sindivest, entidade que agrega empresários de vestuário em Porto Velho.
 
 
Por outro lado, Helena enalteceu a atitude do prefeito ao implantar a tarifa zero no transporte coletivo e manter o valor das passagens no patamar máximo de R$ 3 até o final deste ano. “É uma forma de ajudar o trabalhador e os empresários, que já estão no limite de sua capacidade na manutenção dos negócios”, observou.
 
 
VISIBILIDADE
 
Encontros são on-line e voltados a diversos segmentosEncontros são on-line e voltados a diversos segmentos
 
 
Conforme empreendedor Tharso Souza, a gestão municipal pode desenvolver um sistema que dê mais visibilidade às pequenas empresas e aos empreendedores do ramo, concedendo incentivos fiscais às grandes empresas que comprarem uniformes dos seus colaboradores e outros produtos diretamente dos pequenos empreendedores locais.
 
VENDAS
 
 
Os empresários indicaram a possibilidade da implantação de ‘E-Commerces’, a modalidade de comércio virtual, e ‘Marketing Places’, que funciona como um shopping virtual, pois reúne várias marcas no mesmo lugar e facilita a busca dos produtos. Segundo eles, estes mecanismos podem ajudar a deslanchar nas vendas pela internet.
 
 
DIÁLOGO
 
 
Guilherme Gonzales, diretor técnico da ADPVH, reiterou que o objetivo do prefeito Hildon Chaves é estabelecer diálogo franco com os diversos setores produtivos que formam a economia local, para entender suas necessidades. Segundo ele, a partir daí, na medida do possível, serão implementadas as políticas públicas para o setor.
 
 
Nosso objetivo não é esgotar o assunto por aqui, mas iniciar uma conversa franca com a perspectiva de preparar nossa cidade para o crescimento da economia”, frisou Gonzales, após agradecer a participação dos empreendedores pelas participações e sugestões.
 
 
PRÓXIMO EVENTO
 
 
No próximo encontro virtual, marcado para o dia 22 de abril, sempre às 16h, será a vez dos representantes dos conselhos profissionais serem ouvidos. Por meio da ADPVH, a Prefeitura já ouviu os segmentos da construção civil, educação, hotelaria e turismo, bares e restaurantes, lojistas e vestuário.
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS