BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VACINAÇÃO EM RO: Polícia Federal vai escoltar doses da vacina assim que chegarem em Porto Velho

Rondônia receberá, neste primeiro lote, mais de 33 mil doses da vacina CoronaVac

ASSESSORIA

18 de Janeiro de 2021 às 14:26

Atualizada em : 19 de Janeiro de 2021 às 08:52

Foto: Divulgação

O Governo do Estado de Rondônia define a logística para o recebimento das vacinas de imunização contra à Covid-19, previstas para chegar nas primeiras horas desta terça-feira (19). Representantes de órgãos do Estado e da esfera Federal se reuniram na manhã desta segunda-feira (18) para discutir o plano logístico visando a distribuição das doses nos 52 municípios. Na ocasião, foi pontuado que as primeiras vacinas irão atender 35% dos profissionais de saúde, dando prioridade, àqueles que atuam na linha de frente no enfrentamento ao coronavírus.
 
Rondônia receberá, neste primeiro lote, mais de 33 mil doses da vacina CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Conforme o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação Contra à Covid-19, a vacina deverá ser aplicada em duas doses com intervalo de 14 dias.
 
A reunião teve a participação de representantes da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa), Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Polícia Militar de Rondônia, bem como  representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, Conselho Nacional de Secretarias Municipais da Saúde (Cosems), Ministério da Saúde (MS), entre outros.
 
Durante o encontro, foi informado que o carregamento contendo as doses, chegando ao  Aeroporto, a PRF e a Polícia Federal vão fazer a escolta até a central da Rede de Frio, em Porto Velho. A Polícia Rodoviária Federal vai atuar em todas as rodovias e estradas federais para manter a segurança do carregamento. A Polícia Militar também está inserida no planejamento visando garantir a segurança durante a distribuição.
 
No período da tarde desta segunda-feira, o secretário de saúde, Fernando Máximo, vai se reunir com representantes dos municípios para buscar a melhor forma de entrega, garantindo que as vacinas cheguem em segurança às unidades de vacinação. Já a Agevisa vai fazer o levantamento sobre as quantidades de doses que cada município receberá, ao mesmo tempo, solicitará das prefeituras o levantamento da relação dos profissionais da saúde atuantes na linha de frente que vão receber a imunização.
 
Outras informações ainda serão definidas no período da tarde desta segunda-feira, junto aos municípios e demais autoridades do Estado. Para saber mais sobre o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, é possível acessá-lo no portal do Governo. Até o momento, não há previsão para o próximo lote, que será deliberado pelo MS.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS