BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ELEIÇÃO NO SINTERO: Chapa 1 apresenta propostas para não deixar a luta parar

A Chapa 1 anuncia que durante o período até a data da eleição, vai discutir propostas com a categoria

ASSESSORIA

07 de Outubro de 2020 às 10:52

Atualizada em : 08 de Outubro de 2020 às 08:38

.

 

Os trabalhadores em educação estaduais, federais e municipais, filiados ao SINTERO, têm um compromisso com a própria categoria no próximo dia 5 de novembro: votar para não deixar parar a luta do sindicato em defesa da categoria.

 

Para que o SINTERO continue sendo o principal instrumento de luta da categoria e para ampliar as atividades que já são desenvolvidas, a presidente Lionilda Simão colocou seu nome à disposição para a reeleição e propõe à categoria a renovação de parte da direção, preservando algumas lideranças que ainda têm muito a contribuir com a luta.

 

A composição dos titulares da Chapa 1 “RENOVAÇÃO E EXPERIÊNCIA PARA LUTAR” ficou assim: Lionilda Simão (Presidente), Dioneida Castoldi (Secretária Geral), Manoel Rodrigues da Silva “Manoelzinho” (Secretário de Finanças), José Augusto Neto (Secretário de Organização), Márcia Cristina dos Santos (Secretária de Assuntos Jurídicos), Neira Cláudia Cardoso Figueira (Secretária de Formação Sindical), Sandro Luiz Ascuy de Oliveira (Secretário de Imprensa e Divulgação), Rosenilda Ferreira de Souza (Secretária de Gênero e Etnia), Judith Campos (Secretária de Assuntos Educacionais), Hiata Anderson Sousa Silva (Secretário de Política Sindical e Estudo Socioeconômico), José da Silva Freire Junior (Secretário de Cultura Política Social e Saúde do Trabalhador), Luciana Basílio dos Santos (Secretária de Assuntos Municipais), Nereu José Klosinski (Secretário de Assuntos Federais), Neilton do Vale Vidal (Secretário de Funcionários de Escola) e Sueli Marangoni (Secretária de Aposentados e Assuntos Previdenciários).Os suplentes são: Maricélia do Lago Moreira Pereira, Elizanete Vieira Ribeiro, Vandeburgo Correia de Oliveira, Francisco Fialis Diniz e Jefeson Ferreira de Oliveira.

 

O Conselho Fiscal ficou com a seguinte composição: Titulares: Marinelson Soares de Oliveira, Francisca Diniz de Melo Martins, Luiz Alberto Paulek, Antônio Alves Ferreira, Claudir Mata M. de Sales. Suplentes: João Nilson Diniz, Jose Paulino, Raul Nogueira, Eurissandra Rosenice Alves Gomes e Omiglei da Silva.

 

Os candidatos da Chapa 1 nas Regionais são: NORTE (Porto Velho) Cleusa Ferreira Mendes, Sivanildo de Sousa Martins, Valdeleis Felipe de Souza, Ronne Charles Alves Chaves, Adriana Cristina de Medeiros e Elessandra Reis Batista. MAMORÉ (Guajará-Mirim) Alex Duarte do Espirito Santo, Patrícia de Andrade Marchi, Sandra Lima Karantino e Fernanda Andreia Teles Santos Silva. ESTANHO (Ariquemes) Metilde Alves Penha, Edson Luiz Fernandes, Marcia Cristina da Silva Dias, Maria Cavalcante de Oliveira, Germano José Gonçalves de Sousa, Ana Julia Francisca de Oliveira Araújo e os representantes municipais Reinaldo Guimarães Neto e Silmara Ferreira do Nascimento. CENTRO I (Jaru) Sebastião Adauto França, Sidnei de Almeida Alves, Elias Gonçalves Pereira e Maria Aurea Brígida da Costa. CENTRO II (Ouro preto do Oeste) Charlene Alessandra Lima Rodrigues, Walkiria Martins Pierre, Suzania Alves Barros e Fagner Oliveira Sales RIO MACHADO (Ji-Paraná) Noêmia de Oliveira Silva, Joel Gomes de Souza, Gertrudes Von Rondov e Maria do Carmo Azevedo. GUAPORÉ (Presidente Médici) Fatima Barbosa dos Santos Souza, Mauro Lacerda, Paulo André Ventura de Oliveira e Juscelino Pereira Pinheiro. CAFÉ (Cacoal) Rita Leandro de Souza, Erni Jose Gottselig Junior, Jeane da Silva Maia e Rosangela Santos da Silva. APIDIÁ (Pimenta Bueno) Ana Iris Arrais Rolim, Ilza Contrim de Carvalho, Abilene Sales Borges e Aparecida de Araujo Gonchorowiski. MATA (Rolim de Moura) Elenita Almeida Barbosa, Vilma Rodrigues dos Santos, Daiany Toneti Rocha, Maria Iander dos Santos, Luiz Carlos Maciel e Ademir Juvino. CONE SUL (Vilhena) Magno Ramos da Silva, Osniér Gomes Pereira Machado, Ricardo Claudio Alves, Milton Martins Marques, Maria Candida Gurgel e Maria Jose de Almeida Oliveira.

 

Além de manter as realizações e conquistas apresentadas, como a melhoria do atendimento nos alojamentos, reforma da Sede Social, ampliação da atuação no jurídico com a disponibilização de advogado para atender aos filiados, a luta constante com a conquista do Piso do Magistério e gratificações para os Técnicos Educacionais, Sintero itinerante, formação e melhoria no atendimento aos filiados, a Chapa 1 apresenta novas propostas, como:

 

- Otimizar o atendimento na Sede Administrativa e nas Regionais;

- Ampliar a assistência jurídica aos filiados nas Regionais;

- Ampliar e aperfeiçoar a assistência aos filiados nas demandas e processos administrativos junto à Seduc;

- Oferecer transporte aos filiados entre a Sede Social, Sede Administrativa, Rodoviária, Seduc e os principais órgãos públicos em Porto Velho;

- Ampliar os canais de atendimento aos filiados com novas ferramentas;

- Utilizar a CASA DO FILIADO (Sede Social) para projetos na área de saúde do trabalhador;

- Manter e intensificar a luta pela atualização da tabela do piso do magistério com reajuste para os inativos;

- Intensificar a luta peça criação do piso para os Técnicos Educacionais;

- Intensificar a luta pela regulamentação do Auxílio Transporte em todo o Estado;

-Manter e intensificar a luta contra a reforma administrativa e contra a reforma da previdência;

- Manter a constante luta pela transposição, inclusive dos contratados até 1991;

- Intensificar a luta pela liberação da licença prêmio e pelo pagamento em pecúnia;

- Manter a luta pelo cumprimento das leis do Plano Estadual de Educação e dos Planos Municipais de Educação.

- Manter a luta contra a terceirização que tanto prejudica os Técnicos;

- Cobrar a realização de concursos para professores e técnicos;

- Convocar assembleia estatutária para modernizar e atualizar o Estatuto e o Regimento Eleitoral;

- Apoiar a luta nos municípios pelos planos de carreira municipais e campanhas salariais para professores e Técnicos;

- Fortalecer o combate às desigualdades e discriminações de gênero, étnico-raciais e orientação sexual.

 

A Chapa 1 apresenta este apenas como um resumo das propostas, e anuncia que durante o período até a data da eleição, vai discutir essas e outras propostas com a categoria

 

A presidente da Chapa 1, Lionilda Simão, destaca que o importante para os trabalhadores em educação é não deixar a luta parar, não deixar o sindicato ser enfraquecido, pois assim, estaria enfraquecendo toda a categoria. “Para isso é importante renovarmos parte da diretoria sem dispensar alguns de seus integrantes que possuem história e conhecimento que são fundamentais para a concretização das propostas”, disse a presidente.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS