BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

RISCO: Estudantes brasileiros estão com medo retornar às aulas presenciais na Bolívia

Às aulas presenciais já retornaram na universidade Autônoma de Beni, da cidade de Guayaramirin, Bolívia

Rondoniaovivo

05 de Outubro de 2020 às 16:58

Atualizada em : 05 de Outubro de 2020 às 17:20

Foto: Rondoniaovivo | Estudantes universitários em aula presencial durante a pandemia na Bolívia

Estudantes de Medicina que residem em Guajará-Mirim estão enfrentando um grande problema nesse momento de pandemia. É que eles tiveram que voltar às aulas presenciais na UAB (Universidade Autônoma de Beni, da cidade de Guayaramirin, Bolívia).
 
Os alunos dizem que estão tendo que atravessar a Fronteira por meio de embarcações com coletes compartilhados a todo momento por Bolivianos e Brasileiros. Além disso, também estariam enfrentando filas enormes para poder atravessar.
 
Estudantes dentro da zona portuária de Guajará-Mirim (RO), aguardando na fila para atravessar o rio Mamoré em rumo a Bolívia | Foto: Rondoniaovivo
 
Eles relatam que do lado Boliviano as pessoas não usam máscaras, e para chegar à Universidade precisam pegar táxi. A faculdade não possui estrutura adequada para esse momento de pandemia. Um grupo de alunos fotografou as salas de aula, que seriam abafadas e sem ventilação. 
 
Alunos se queixam do grande risco de contágio em massa e de também de trazer o vírus para dentro de cada casa de estudantes. Eles explicam que a situação só está ocorrendo por que a Universidade Autônoma de Beni está exigindo a volta ás aulas de forma presencial. 
 
Eles não entenderam a medida adotada pela universidade já que na Bolívia, na cidades de Cobija, fronteira com Acre, as aulas continuam online.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS