BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Pastor e cantor gospel André Valadão diz que igreja não é para gays

Após a repercussão negativa, o pastor apagou a publicação. A Igreja Bastista da Lagoinha disse que a igreja é um lugar para todos.

ESTADO DE MINAS

11 de Setembro de 2020 às 11:40

Foto: Divulgação

Para o pastor evangélico e cantor gospel André Valadão, homossexuais não devem frequentar a igreja. Segundo o líder da Igreja Batista da Lagoinha, "cada um (gay e cristão) deve saber o seu lugar". A afirmação foi feita nessa terça-feira (8) no Instagram, gerando críticas e polêmicas. 
 
Valadão se posicionou ao responder à pergunta de um seguidor. "Dois rapazes que são membros da igreja estão namorando. Você os expulsa?", questionou o rapaz. 
 
"A igreja tem um princípio bíblico. E a prática homossexual é considerada pecado. Eles podem ir para um clube gay. Mas, na igreja, não dá. A igreja é lugar de quem quer viver princípios bíblicos. Não é sobre expulsar. É sobre entender o lugar  de cada um”, respondeu o pastor. O post foi apagado pouco depois da publicação.
 
 
A Igreja Bastista da Lagoinha de manisfestou sobre o caso e disse:  "A marca da Igreja Batista da Lagoinha é ser bíblica e ter como maior referencial a pessoa de Jesus Cristo, que recebia todas as pessoas sem distinção. Vemos isso por meio de sua trajetória registrada nos evangelhos, por isso, Ele é o nosso maior exemplo! Como Jesus nos ensina, nossas portas estão abertas para que todas as pessoas participem de nossos cultos de pregação das Sagradas Escrituras".
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS