BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EVENTO: Sebrae abre inscrições para a 2ª etapa do Ciclo do Capital Empreendedor

O Ciclo Capital Empreendedor prepara startups e negócios inovadores e aproxima investidores de empreendedores

ASSESSORIA

25 de Junho de 2020 às 09:36

Foto: Divulgação

Empreendedores de startups de todo o país que querem alavancar os negócios com o apoio de investidores podem se inscrever até o dia 5 de julho para a segunda etapa do Ciclo Capital Empreendedor. Ao se inscrever, o participante fará seu cadastro e participará de um game. O questionário e o game classificarão as 30 empresas com melhor pontuação para seguir para a segunda etapa, o workshop de empreendedores.
 
A 3ª edição do programa, que foi lançada durante live nesta terça-feira (23), será realizada em novo formato, totalmente online por causa da pandemia do coronavírus, e, ao contrário dos anos anteriores, será aberta para a participação de pequenos negócios inovadores de todo o país, que já atuam no mercado. As inscrições para o Capital Empreender são gratuitas e podem ser realizadas no site do programa. Clique aqui para saber mais.
 
De acordo com o presidente do Sebrae, Carlos Melles,  a expectativa é atrair aproximadamente duas mil startups na 1ª fase do programa, que irá selecionadar, ao longo do ciclo de preparação, participantes para as etapas de workshops, mentorias e rodadas de negócios. Melles também anunciou que uma das novidades neste ano é a participação da Cedro Capital, com a gestão de R$ 7 milhões no Fundo Brasil Central, originados do aporte do Sebrae em Fundos de Investimentos em Participação (FIPs). “É com grande expectativa que apresentamos a nova edição do Capital Empreendedor, em um momento disruptivo, para apoiar aqueles que tem a iniciativa empreendedora em seus ecossistemas de inovação”, declarou.
 
Outra novidade apresentada neste ano é a capacitação de investidores-anjo, voltada para experiências práticas, aplicadas pelo Sebrae Santa Catarina, em parceria com a Harvard Angels, na qual potenciais investidores participarão da mesa de decisão de investimento. Para o gerente de capitalização e serviços financeiros do Sebrae, Márcio Augusto Montella, o programa é uma oportunidade também para os investidores que querem aportar recursos em startups, e assim, compor uma participação societária com empreendedores.
 
Durante a live de lançamento do programa, o Sebrae convidou investidores de diferentes estágios do capital de risco, como aceleradores, plataformas de crowdfunding de investimento, investidores-anjo, fundos de investimento e de venture debt  para apresentar a dinâmica dos players do ecossistema de investimentos em inovação. Sob a mediação do diretor de aceleração da Troposlab,  Pedro Teixeira, os convidados discutiram os principais desafios e oportunidades para o investimento early stage (estágio inicial) em startups, o melhor momento para investimento de fundos em empresas com maior nível de maturidade e as perspectivas para os próximos anos, no cenário pós Covid-19.
 
O CEO e diretor comercial da startup catarinense Neokohm, Allan Carniel, também compartilhou sua experiência na edição de 2019 do Capital Empreendedor. Ele contou que a empresa captou investimentos pela 1ª vez em 2018, mas que não aproveitou a oportunidade como deveria por falta de preparo. “Foi um momento ímpar participar do Capital Empreendedor um ano e meio depois. Fomos preparados para escolher o melhor investidor dentre tantos que surgiram. Pelo programa, tivemos contatos com mais de 50 investidores-anjos do país”, contou.
 
Programa Capital Empreendedor
 
Nas duas primeiras edições do Capital Empreendedor, 1.600 empresas participaram do lançamento, sendo que 318 passaram para a fase de workshop e 180 chegaram nas mentorias especializadas. Ao final, 55 empresas estiveram no circuito de investimento em rodadas de negócios e, dessas, 29 fizeram acordos, totalizando R$ 20,8 milhões. A proposta do Sebrae, nesta 3ª edição, é sensibilizar duas mil empresas de todo o país, que já possuem atuação no mercado. Na sequência, 300 delas, de todos os estados brasileiros, serão selecionadas para participar do ciclo de preparação a se realizar em nove estados (AM, ES, PB, PR, RO, RS, SC, SP e TO).
 
A 1ª fase do Ciclo Capital Empreendedor, que é o lançamento, marca o início do processo de aproximação com agentes do ecossistema de capital de risco nacional. Em um 2º momento, as empresas classificadas participarão do workshop de empreendedores, para conhecer os mecanismos de funcionamento e critérios de decisão de um investidor de risco. A mentoria corresponderá à 3ª fase do projeto, momento em que os empresários receberão orientações para melhorias e adequações no modelo de negócios, comportamento, internacionalização, governança, máquina de vendas, growth, produtos, dados, marketing e negociação.
 
Para as finalistas desta 3ª edição, que seguirão para a última etapa do ano, o circuito de investimentos, fase em que as empresas sentarão na mesa com investidores para apresentar seus negócios, o atendimento será continuado em 2021, por meio de mentorias nos temas: Marketing, Comportamental, Analytics e Scale Up, Internacionalização e Jurídica.
 
No ciclo anterior, uma startup de Rondônia se inscreveu no projeto, recebeu a capacitação e avançou nas etapas nacionais chegando a receber apoio de dois investidores. Trata-se da Wake Up, que oferece serviços  de cobrança automatizada, baseada em uma plataforma totalmente on line, que higieniza dados, garantindo até 90% de agilidade nos serviços. A participação de iniciativas rondonienses focadas em inovação e tecnologia neste ciclo do Capital Empreendedor foram bastante expressivas: 21 modelos de negócios de Rondônia se inscreveram para participar do projeto.
 
Não deixe de buscar orientações sobre como reagir diante deste cenário de pandemia. O Sebrae em Rondônia pode atendê-lo também remotamente. Acesse nosso portal de atendimento em www.sebrae.ro. Ligue para nossa Central de Relacionamento ou envie mensagens por WhatsApp no 0800 570 0800, acesse nosso portal de ensino à distância www.sebrae.com.br/cursosonline  ou siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais (@sebraero).
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS