BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ARTIGO: A entropia e a sinergia dos negócios na pandemia - Por Carlos Beti Niemeyer

Por Carlos Beti Niemeyer

ASSESSORIA/SEBRAE

05 de Junho de 2020 às 15:57

Foto: Divulgação

Na física temos um termo chamado entropia, que decorre de uma lei da natureza, onde todas as formas de organização caminham para a desorganização e morte, ou seja, é uma consequência natural da vida. Levando este termo para o mundo do empreendedorismo precisamos entender que também as empresas, uma forma de organização, estão sujeitas ao processo entrópico, ou seja, caminham para a sua desorganização e morte. Faz parte da dinâmica do mercado ter um produto que não interessa mais, ter um serviço que não é mais necessário, lembra do serviço de datilografia? Acabou. Enfim, precisamos ver os sinais, as tendências de consumo, as mudanças que estão ocorrendo. Não podemos nos fechar em uma bolha interna achando que a empresa vai durar para sempre.
 
Por isso, todo dia precisamos pensar em como reinventar nosso negócio, em como trazer mais clientes e como manter aqueles que já estão conosco, em como reduzir os custos sem perder a qualidade. Ainda mais neste contexto de pandemia, de incertezas generalizadas. Precisamos repensar como compramos, como vendemos, como interagimos com o mercado e com toda a sociedade.
 
Aliás, nesta interação com o mercado e a sociedade a palavra da vez é a Sinergia. Sinergia é o que possibilita a um sistema funcionar de maneira engrenada, enquanto a entropia é a desordem, ou ausência de sinergia. Pense em uma grande máquina com suas engrenagens funcionando sincronizadas. Nossas empresas precisam ter Sinergia com os clientes, escutando o que eles nos dizem, quais produtos e serviços trazem melhor relação custo x benefício, quais os canais de venda preferidos, o que eles não gostaram que pode ser melhorado. Sinergia com os fornecedores, negociar prazos e condições boas para as duas partes. Sinergia com os concorrentes, realizar compras em conjunto. E na sociedade em geral, fazer nossa empresa atuar com sinergia, buscar maneiras e auxiliar na solução de problemas da sociedade, estimular a cidadania e a participação consciente nas decisões que afetam a todos.
 
Vamos iniciar uma nova forma de ver a vida e nossas empresas? Venha conversar com o Sebrae, estudar como melhorar seu negócio, como fazer ele ter mais sinergia com o mercado e não caminhar para a entropia. Conte conosco.
 
*Carlos Berti Niemeyer é Contador, Auditor e Diretor Administrativo Financeiro do Sebrae em Rondônia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS