BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PREVENÇÃO: 2ª Câmara Cível do TJ tem a primeira sessão remota por conta da covid-19

Com apoio técnico de servidores da área de TI, comunicação social e de outros setores do tribunal, os magistrados conseguiram colocar em votação as pautas de julgamento pendentes

ASSESSORIA

09 de Abril de 2020 às 11:30

Foto: Divulgação

A 2ª Câmara Cível do TJRO, realizou na manhã desta quarta-feira (08), a primeira sessão por teleconferência. A excepcionalidade ocorreu devido a pandemia internacional do Covid-19 (coronavírus) e atende a recomendação do Conselho Nacional de Justiça e ao Ato Conjunto n. 006/2020, do Tribunal e Corregedoria-Geral da Justiça, que, instituiu o plantão judiciário reduzido, com a finalidade de evitar a proliferação da doença.

 

Com apoio técnico de servidores da área de TI, comunicação social e de outros setores do tribunal, os magistrados conseguiram colocar em votação as pautas de julgamento pendentes. Participaram da sessão, o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia, desembargador Alexandre Miguel – que também presidiu a sessão - e os desembargadores Marcos Alaor Diniz Grangeia, Isaias Fonseca Moraes e Hiram Marques.

 

“Nesse momento de mudanças e alterações de padrões de atividades, nós estamos todos  a distância, mas ao mesmo tempo ligados para a continuidade dos nossos trabalhos que, aliás, não parou e nem diminuiu, mesmo a distância e com o acesso remoto. Estamos com as nossas atividades cotidianas com apenas alguns padrões alterados”, afirmou o presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel, antes de iniciar as sessões de julgamento.

 

“Gostaria de enaltecer essa atitude de realizarmos nossa sessão por videoconferência, porque, longe de ser um ganho para o Tribunal de Justiça, é um ganho para a jurisdição. Apesar de os prazos estarem suspensos, nós continuamos produzindo e publicando os acórdãos, de tal maneira, que isso possibilita toda a movimentação da cadeia dos operadores do Direito. Em especial, nós estamos agilizando os direitos das partes quando elas o possuem”, afirmou o desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia.

 

A sessão de nº 674 contou com 74 processos em pauta, basicamente embargos de declaração e apelação em agravos.

 

Ainda por causa da disseminação do coronavírus, o Poder Judiciário estendeu a suspensão de prazos para o dia 30 de abril e tem funcionado no horário das 8h às 12h. A sessão está disponível no endereço eletrônico: https://www.youtube.com/watch?v=R_X4w3B0viQ&feature=youtu.be

Galeria de Fotos da Notícia

PREVENÇÃO: 2ª Câmara Cível do TJ tem a primeira sessão remota por conta da covid-19

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS