BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CHEIA – Com acre isolado haitianos chegam a Porto Velho de avião, rio Madeira registra 19,50 metros

De acordo com informações do Senador acreano Jorge Viana, após a cheia do rio Madeira, a cidade de Brasiléia chegou a ter mais de dois mil e seiscentos haitianos.

Da Redação

05 de Abril de 2014 às 10:54

Foto: Divulgação

O rio Madeira permanece mantendo sua continuidade de recuo do nível apresentada durante toda a semana. Na manhã deste sábado (5) o rio Madeira registrou a marca de 19,50 metros, seis centímetros de marca registrada na última sexta-feira.

Porém, mesmo com a diminuição continua do rio, problemas referentes à enchente do rio continuam trazendo dezenas de impactos sociais e estruturais às comunidades atingidas.

O estado do Acre, praticamente isolado após a intensificação da cheia do rio Madeira está tendo problema para suportar o grande volume de refugiados haitianos que chegam diariamente na fronteira do Acre.

De acordo com informações do Senador acreano Jorge Viana, após a cheia do rio Madeira, a cidade de Brasiléia chegou a ter mais de dois mil e seiscentos haitianos.

Com a BR-364 sem condições de trafegabilidade com o rio no meio da estrada, centenas de haitianos seguem para Porto Velho de avião. Mais de 400 haitianos já embarcaram para a capital de Rondônia nos aviões da FAB. Outros seguem em avião de carreira. A previsão é de chuva para esse final de semana em Porto Velho.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS