ESPAÇO ABERTO: Ex- candidatos a prefeito em 2020 apostam em repetição de votos em 2022

ESPAÇO ABERTO: Ex- candidatos a prefeito em 2020 apostam em repetição de votos em 2022

Foto: Divulgação

CONFIANÇA
 
É claro que a eleição para deputado é completamente diferente do pleito de prefeito. Na disputa pelo comando do município, são meia dúzia de candidatos em busca do voto da ampla maioria.
 
COLETIVIDADE
 
No pleito que envolve todo o Estado, o desafio é muito maior. Não só pelo número de postulantes, como também a missão de se fazer conhecer.
 
POSTULANTES
 
Os ex-candidatos a prefeito em 2020, Vinicius Miguel,  Breno Mendes, Cristiane Lopes e Ronaldo Flores entram nessa disputa de outubro confiando na popularidade obtida na eleição passada e na esperança de arrebatamento de novos eleitores.
 
 
ESTRATÉGIA
 
Cada um usa meios diferentes e peculiares, mas com o mesmo objetivo. Cristiane Lopes aposta na popularidade obtida na TV e no desempenho que teve como ex-vereadora na capital.
 
ESTRATÉGIA 2
 
Breno Mendes conseguiu popularidade atuando como advogado em questões públicas. Se aproximou da população enfatizando ser um defensor do povo, orientando o cidadão em questões relacionadas ao direito do consumidor.
 
ESTRATÉGIA 3
 
Ronaldo Flores foi ex-comandante da Polícia Militar na gestão de Daniel Pereira. Conseguiu um bom prestígio junto à tropa e confia na possibilidade de que os militares vejam nele o representante que os PMs desejam junto ao parlamento.
 
ESTRATÉGIA 4
 
O professor e advogado Vinicius  Miguel foi um fenômeno na eleição ao governo em 2018 e muito bem votado em 2020 na capital. Vai fazer da experiência política de duas eleições, um referencial na disputa de outubro. 
 
HISTÓRICO
 
Em se tratando de votos obtidos em 2020, os quatro pretendentes a deputado -  três federais e um estadual- chegam meio que parecidos ao pleito. 
 
 
DESTAQUE
 
A jornalista Cristiane Lopes foi para o segundo turno na eleição passada com 31 mil 461 votos. Candidata a deputada federal, vai precisar mais que isso para ser eleita.
 
DESTAQUE 2
 
O professor Vinicius Miguel, que em  2020 quase chegou ao segundo turno, perdendo a vaga por uma diferença de  01 por cento em relação ao segundo colocado, fez um total de 29 mil 369 votos.  Também precisa superar essa marca para conseguir se eleger.
 
DESTAQUE 3
 
Breno Mendes também segue no mesmo caminho. Breno fez 25 mil 270 votos para prefeito e tem um desafio ainda maior que os demais citados anteriormente. Ele é o puxador de votos do Avante e vai precisar do desempenho dos demais para chegar ao coeficiente exigido.
 
DESTAQUE 4
 
Ronaldo Flores fez 16 mil 750 votos na eleição de prefeito em 2020. Como vai disputar uma cadeira à Assembléia  Legislativa, teoricamente, não enfrenta o mesmo desafio que os demais ex-candidatos a prefeito.
 
DESTAQUE 5
 
Os 16 mil votos de Ronaldo em 2020 poderiam  lhe garantiriam uma das vagas ao parlamento estadual, o problema é repetir a votação em uma eleição completamente diferente. É por isso que ele aposta  em conquistar o voto do eleitorado da PM no interior.
 
OPINIÃO
 
Não existe eleição ganha, mas a disputa entre os nomes citados promete ser bem interessante. O resultado das urnas, além de conseqüência do trabalho já realizado, também mostrará quem teve habilidade para convencer o eleitor que seu nome é realmente uma boa opção.
 
 
COMEMORAÇÃO
 
A FIERO recebeu com festa  a notícia de que o IBAMA emitiu  licença prévia para recuperação da BR-319, entre o KM 250 e o 656.
 
NEGÓCIOS
 
A  recuperação desta parte da rodovia contribui na ligação do Amazonas, às demais regiões do Brasil. A FIERO destaca que além disso, também fica assegurado o intercâmbio comercial de Rondônia com Manaus e demais municípios amazonenses,  maiores consumidores de produtos como pescado e hortaliças.
 
ECONOMIA
 
O custo mais e a agilidade no transporte também são levados em conta. Viagens  por meio fluvial, que levam em média 5 a 6 dias, seriam garantidas com mais segurança, e em pouco mais de 10 horas, via terrestre. 
 
DE PORTA EM PORTA
 
O  IBGE deu início à coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022, que será realizada até 31 de outubro, com a divulgação dos primeiros resultados prevista para dezembro. 
 
META
 
Em três meses, 1.500 recenseadores visitarão 534 mil domicílios rondonienses. Em todo o país, 183 mil recenseadores passarão por 89 milhões de endereços, sendo 75 milhões de domicílios.
 
FINALIDADE
 
Com as informações do Censo Demográfico, será possível retratar as condições de vida dos brasileiros e imigrantes que vivem no país. Há dois tipos de questionários: o básico, com 26 quesitos (como características do domicílio, quantidade de moradores, cor ou raça e trabalho e rendimento), e o ampliado, com 77 perguntas, que incluem as questões do questionário básico e tópicos como nupcialidade, deficiência e migração.
 
 
IDENTIFICAÇÃO
 
Os recenseadores poderão ser identificados pelo seu uniforme – colete e boné, com logotipo do Censo -, pelo DMC e por um crachá visível no bolso do colete, com nome, número de matrícula e foto. É possível verificar a identidade do recenseador pelo site www.respondendo.ibge.gov.br ou pela Central de Atendimento ao Censo 0800 721 8181.
Direito ao esquecimento

Com a chegada de Ivo Cassol, em quem você votaria para o Governo de RO?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS