ESPAÇO ABERTO: Azul ignora acordo e cancela voos prejudicando passageiros de Rondônia

ESPAÇO ABERTO: Azul ignora acordo e cancela voos prejudicando passageiros de Rondônia

Foto: Divulgação

FIO DO BIGODE
 
Nenhum papel foi assinado, mas o Governo de Rondônia agiu, também, em benefício da Azul quando reduziu o imposto sobre o combustível de aviação. A ideia também era beneficiar os rondonienses que precisam se deslocar de forma mais rápida.
 
CANCELADO
 
Agora, a Azul Linhas Aéreas cancelou três rotas em Rondônia e vai reduzir outra linha. O motivo é a escalada no preço do Querosene da Aviação (QAV), combustível necessário para a aviação civil.
 
ROTAS
 
Ao todo, quatro rotas serão impactadas. A empresa confirmou ao Rondoniaovivo, que está cancelando os voos de Porto Velho a Vilhena e suspendendo o início das operações em Ariquemes e Vilhena.
 
 
EM AGOSTO
 
Essas duas últimas cidades, iriam começar a receber voos de Porto Velho diariamente, a partir de 1º de agosto deste ano. A ligação entre a capital e Vilhena já estava em operação desde abril.
 
SÓ UMA
 
A única rota regional que continuará ativa, será a de Porto Velho a Ji-Paraná, mas com redução da frequência aérea. A Azul não informou como será essa readequação.
 
IMPOSTO
 
O início das operações regionais em Rondônia só aconteceu após uma parceria entre o Governo do Estado e a Azul. O executivo reduziu em 21%, o ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) em cima do Querosene da Aviação (QAV).
 
NÃO ADIANTOU
 
Esse benefício está em vigor desde o dia 1º de abril, segundo informou a Secretaria Estadual de Finanças (Sefin).“Ainda que com todos os incentivos propostos pelo Estado em relação ao ICMS, a companhia precisou reduzir [e cancelar voos em Rondônia]”, comunicou a Azul.
 
OUTRO LADO
 
Em nota a SEFIN reforçou o apoio dado pelo Governo, mas não comentou o cancelamento dos vôos operados pela Azul Linhas Aéreas.
 
MOVIMENTO
 
Foi dada a largada para uma mobilização pela proteção integral das vítimas e seus familiares, com a divulgação de informações e a busca do aprimoramento da atuação do Ministério Público no atendimento às vítimas, na proteção e no resgate da dignidade de quem teve seus direitos violados.
 
 
MOVIMENTO 2
 
O objetivo também é trazer visão diferenciada para o tema, com foco no trabalho em rede e no aperfeiçoamento institucional, para garantir dignidade a todos os sujeitos processuais. A proposta prevê ainda promover reflexões sobre como os órgãos que integram o Sistema de Justiça podem aprimorar o atendimento às vítimas de crimes, sejam eles individuais ou coletivos.
 
MOVIMENTO 3
 
Paralelamente  foi lançado o portal com informações sobre o assunto e orientações para que as unidades do Ministério Público possam implementar ou aprimorar ações, projetos e núcleos de atendimento às vítimas.
 
O QUE É
 
O Movimento Nacional em Defesa dos Direitos das Vítimas é promovido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), MPF e pela Escola Superior do Ministério Público da União. O projeto prevê ações coordenadas que buscam a proteção integral e a promoção de direitos e de apoio às vítimas na perspectiva de atuação do Ministério Público brasileiro.
 
OPINIÃO
 
Estou produzindo reportagem especial sobre esse tema. É triste ver uma enciclopédia de propostas e projetos muito longe da realidade.
 
OPINIÃO 2
 
As vítimas de violência que conheci sobrevivem graças ao apoio de familiares que mal conseguem cuidar de si. Em breve a matéria será divulgada.
 
 
INVESTIMENTO
 
O governo de Rondônia, firmou convênios entre o Detran e 11 prefeituras do Estado de Rondônia para implantação de sinalização de trânsito no valor de R$ 27.378.880,57. 
 
MAIS DE 10 
 
Os recursos dos convênios serão para implementação de sinalização horizontal e vertical de trânsito nos municípios de Alto Paraíso; Cacoal; Guajará-Mirim; Ji-Paraná; Monte Negro; Presidente Médici; Porto Velho; Rolim de Moura; Urupá; Vale do Anari e Vilhena. 
 
 
COMPROMISSO
 
A cerimônia de assinatura de convênio acontece amanhã na capital. O Detran fará ainda entrega de  veículos novos personalizados adquiridos para suprir as necessidades da Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat e Diretoria Técnica de Educação de Trânsito – Dtet. Os veículos vão atender as regionais de Porto Velho; Guajará Mirim; Ariquemes, Jaru, Rolim de Moura, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena.
 
COMEMORAÇÃO
 
Em parceria com a prefeitura 20 alunos da cidade de Alto Paraíso, do curso de pedreiro em alvenaria, ganharam certificados do SENAI. As aulas com carga horária de 160 horas, foram ministradas nos fins de semana pelo professor do SENAI, Marcelo Fernandes. 
 
 
CONTEÚDO
 
Durante o curso os alunos aprenderam a executar trabalhos de construção, reforma e manutenção de obras civis, no que se refere a alvenaria de tijolos, contra-pisos, revestimentos de pisos e paredes em geral, de acordo com as normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde.
 
OBRA
 
Nas aulas práticas, eles  construíram uma calçada e um almoxarifado, na sede do CRAS. Os alunos  aprenderam todos os estágios de uma obra, desde a fundação até o acabamento final. 
 
 
INICIATIVA
 
Parabéns ao prefeito João Pavan pela iniciativa. Vivemos um momento onde é preciso ter qualificação para conseguir um lugar no mercado de trabalho, que cada dia é mais disputado independente da área de atuação.
 
Direito ao esquecimento

Quem você acha que será campeão do Brasileirão 2022?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS