ESPAÇO ABERTO: Governo de Rondônia promete hospital para Guajará ainda em 2022

ESPAÇO ABERTO: Governo de Rondônia promete hospital para Guajará ainda em 2022

Foto: Divulgação

 

UM ANO

A promessa é do Governo. As obras do Hospital Regional de Guajará-Mirim vão ser retomadas, com previsão de entrega do primeiro módulo, de Pronto Atendimento, para o final do mês de dezembro de 2022.
 
DISCURSO
 
Marcos Rocha esteve em Guajará-Mirim na última quarta-feira (22) e reforçou. “Guajará-Mirim terá um hospital novo para atender a população e todos que passarem por aqui. Os médicos contratados pelo Governo do Rondônia que atendem no Hospital Regional Perpétuo Socorro continuarão atendendo no novo hospital. O prédio funcionará plenamente e será entregue a Prefeitura”, pontuou Marcos Rocha.
 
GARANTIA
 
O que possibilitou a retomada das obras do Hospital Regional de Guajará-Mirim, foi a assinatura do Termo de Operação com o Escritório das Nações Unidas de Serviços e Projetos (Unops), validado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC).
 
POR PARTES
 
A obra do Hospital Regional de Guajará-Mirim deverá ser entregue em módulos para que à Prefeitura administre. No projeto estão previstos 82 leitos, tendo duas salas de cirurgia, uma de parto, setor de diagnóstico, lavanderia, cozinha, usina de oxigênio e ar comprimido e vácuo e área para Saúde Indígena; podendo ainda ser alterado de acordo com a revisão dos projetos.
 
 
SÃO TOMÉ
 
Essa conclusão do Hospital Regional de Guajará-Mirim ainda é algo que muita gente espera ver para crer, tamanha foi a enrolação até agora para a efetiva inauguração do empreendimento. O tal aditivo, a pouca vontade de gestores e a inércia de quem deveria ficar em cima fiscalizando são fatores que mantiveram a obra parada.
 
SÃO TOMÉ 2
 
Curiosamente, quase no último ano de gestão do governo, “alguém” descobriu que uma parceria é a solução. Excelente! O que me intriga é o funcionamento do hospital.
 
EMPOLGAÇÃO
 
A prefeita Raíssa Bento em um discurso piegas de 30 segundos conseguiu citar que o novo hospital vai fazer Guajará alcançar o progresso. O mais importante que é como a prefeitura vai gerir a estrutura ela “esqueceu” de citar.
 
CONHECIMENTO
 
Aliás, pelo que a prefeita Raíssa falou enquanto estava ao lado do governador visitando a obra, sou capaz de apostar que se a digníssima for questionada sobre o que é Neoplasia não saberá responder. 
 
DIVULGAÇÃO
 
Essa promessa do parto do Hospital de Guajará-Mirim foi divulgada no site do Governo e também nas redes sociais dos gestores envolvidos. Nada de anormal se não fosse por um pequeno detalhe.
 
 
LÍNGUA SOLTA
 
Marcos Rocha enalteceu o empenho do governo e passou a bola para Fernando Máximo que afirmou que o hospital é uma herança maldita para o governo e que agora em uma gestão séria e honesta o hospital vai funcionar.
 
INSIPIENTE
 
Depois foi a vez de Raíssa Bento se manifestar. Lá em cima já enfatizei as pérolas da mesma e por fim o vídeo foi editado restando somente uma mensagem final do governador onde aparece ele, Fernando Máximo e Raíssa Bento.
 
POSTURA
 
Rosângela Castelo, Comunicação e Junior Gonçalves, Casa Civil, embora já fossem amigos, se uniram no governo para trabalhar Marcos Rocha no marketing, uma na área onde ele ainda parece estar longe de entender um mínimo sobre o assunto.
 
 
POSTURA 2
 
Sem dúvida após as dicas de Junior e Rosângela, o governador melhorou bastante, mas ainda desliza em coisas banais, como foi essa transmissão falando do Hospital Regional de Guajará-Mirim.  
 
POSE
 
Para o tal vídeo se posicionaram Marcos Rocha, Fernando Máximo, Raíssa Bento,  um representante da Agência Brasileira de Cooperação e o deputado Neidson Barros, o único entre os ilustres que realmente conhece toda a história envolvendo o HR de Guajará.
 
 
MANIFESTAÇÃO
 
O Governador falou e depois foi chamando os demais, imagino que tenha se dirigido ao deputado Neidson, que é de Guajará-Mirim, para que se pronunciasse, no entanto o parlamentar foi “cortado” do vídeo.
 
 
DESELEGÂNCIA
 
Não tenho procuração para defender o Neidson, mas esse vídeo divulgado por Marcos Rocha é de uma falta de sensibilidade sem tamanho. O deputado, que é médico, já participou de inúmeras reuniões e, inclusive, liberou emendas para o HR de Guajará.
 
4 ANOS ATRÁS
 
Em 2018, o deputado Neidson “grudou” no ex-governador Daniel Pereira para que fosse liberado recurso do Estado para juntar a um valor de emenda dele para que o hospital fosse concluído. Daniel atendeu o pedido de Neidson, mas infelizmente a tal finalização da obra não ocorreu.
 
 
SEM NOÇÃO
 
Então não é de hoje que o parlamentar tenta viabilizar recursos para a tão sonhada conclusão do hospital. Realmente a exclusão de Neidson dessa manifestação do governador é algo totalmente fora de contexto. 
 
CONVERSA
 
Sinceramente não entendo que vaidade é essa que ignora um sujeito que está há duas gestões tentando viabilizar a instituição e enaltece, por exemplo, uma gestora que não deve nem saber de cabeça quanto foi a contrapartida Federal para a obra.
 
PRIMEIRA PESSOA
 
Essa fala do Fernando Máximo dizendo que agora um governo sério e honesto está fazendo as coisas é pior que Lacto Purga. Quer dizer então que o Governo Confúcio foi bom enquanto Marcos Rocha era o Secretário de Justiça? Me poupem né!
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS