ESPAÇO ABERTO: Reformas na Residência Oficial do Governador seriam para atender exigências da ABNT

ESPAÇO ABERTO: Reformas na Residência Oficial do Governador seriam para atender exigências da ABNT

Foto: Divulgação

REPÚDIO
 
O Partido SOLIDARIEDADE/RO, através de seu presidente, divulgou nota pública se dizendo preocupado com notícia veiculada nos meios de comunicações digitais do Estado de Rondônia, que informa sobre reforma na residência do governador Marcos Rocha.
 
VALOR
 
A indignação do Solidariedade é que o Governo Estadual pretende gastar R$ 900.000,00 ( novecentos mil reais)   em  reforma e equipamentos na residência  oficial do Estado.
 
SEM SENTIDO
 
O Solidariedade argumenta que o atual governador e família não ocupam  a residência oficial, o que seria então um gasto desnecessário.
 
ADIANTE
 
O partido informa que vai levar o  caso ao conhecimento da Assembleia Legislativa, Ministério Público e Tribunal de Contas, para que tal despesa não se realize.
 
SOFISTICADO
 
A nota é encerrada com a afirmação de que o valor anunciado seria injustificável uma vez que as dependências do Estado destinada à governadores já seria bem equipada. Assina a nota, o ex-governador Daniel Pereira, presidente estadual do partido Solidariedade.
 
OUTRO LADO
 
Também em nota, o Governo do Estado de Rondônia, veio a público prestar esclarecimentos sobre as matérias relacionadas aos gastos previstos para as reformas na residência do Governador.
 
EXPLICAÇÃO
 
Segundo a nota, o Palácio Rio Madeira foi construído em 2015 e sua estrutura sempre contou com a Residência Oficial do Chefe do Poder Executivo Estadual. O local não estaria sendo ocupado em razão da estrutura física necessitar de reparos.
 
CONSTATAÇÃO
 
Afirma o Governo que foi identificado que o local não possui segurança nas instalações, mobília e eletrodomésticos de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sem condições de habitabilidade na atual estrutura. 
 
OBRIGAÇÃO
 
A explicação prossegue enfatizando que é função do Governo do Estado manter o Palácio Rio Madeira habitável e a Sugesp está na sua função de  manutenção do prédio não concluído.
 
PROCESSO
 
Em razão disso, a  SUGESP deu início ao processo licitatório visando contratação de serviços e aquisições de material permanente, sendo, guarda corpo, tela de proteção, mobiliários e eletrodomésticos, para estruturar a Residência Oficial do Governador do Estado.
 
CUIDADO
 
O Governo do Estado afirma que preza pela correta precificação dos objetos que adquire e utiliza parâmetros fidedignos para dispêndio de recursos, de acordo com a média de mercado, sempre utilizando critérios de economicidade, isonomia e transparência.
 
CONTINUIDADE
 
Portanto, não se trata de uma demanda de moradia para o atual Governo, mas sim a conclusão de uma obra inacabada, seguindo os padrões existentes no Palácio Rio Madeira desde a sua inauguração em 7 de dezembro de 2015, que servirá como residência dos futuros Governadores, atendendo assim a finalidade pública prevista em Lei. Toda aquisição será tombada e fará parte do patrimônio público do Estado.
 
 
 
 
CHANCELA
 
Em maio deste ano, Rondônia recebeu o selo internacional de área livre de febre aftosa sem vacinação, título concedido pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que agrega ainda mais valor à carne produzida no estado.
 
INICIATIVA
 
A chancela internacional é resultado de esforços da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), que implementou uma série de ações para combater e prevenir a febre aftosa e outras doenças que atingem os rebanhos, como a brucelose, a tuberculose e a raiva.
 
PRODUTORES
 
Os pecuaristas e entidades privadas ligadas ao setor seguiram todas as medidas sanitárias adotadas pela Idaron, cumpriram as exigências do Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
CUIDADO
 
Apesar da boa condição sanitária, os setores público e  privado continuam unidos no compartilhamento das responsabilidades para prevenção da febre aftosa em Rondônia. No próximo dia 10, a Idaron realizará o 3º Fórum Rondoniense de Prevenção da Febre Aftosa, que terá como tema principal as “Responsabilidades compartilhadas para manutenção da Zona Livre de Febre Aftosa sem Vacinação”.
 
ABERTURA
 
O reconhecimento internacional impacta positivamente na economia e na pecuária rondoniense, uma vez que possibilita à Rondônia o acesso a novos mercados para exportação da carne.
 
ONDE
 
O Fórum será realizado das 8h30 às 13h (horário local), no auditório Jerônimo Garcia Santana, 9º andar do edifício Pacaás Novos, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. O evento também terá transmissão pelo canal da Idaron no YouTube.
 
AUMENTOU
 
O consumo está em alta. E a busca por crédito também. A consulta por CPFs de interessados em crediários e financiamentos disparou em julho, de acordo com dados da Serasa Experian.
 
TODO O PAÍS
 
O mês passado registrou uma alta de 14,3% nessas consultas na comparação com junho e de 22,3% em relação a julho de 2020. Todas as regiões do país registraram alta acima de 10%, mas o destaque foi para o Nordeste, onde o crescimento foi de 17,8%.
 
MÉDIA
 
Por faixa de renda, o maior crescimento alcançou aqueles que ganham até R$ 500 (16,4% de expansão ante o mês retrasado).
 
NAS ALTURAS
 
Quem quiser viajar no próximo verão vai gastar menos com passagens aéreas. Um levantamento do Kayak mostra que as passagens (ida e volta) estão até 33% mais baratas em comparação a 2019, período pré-pandemia. O maior desconto para quem quer viajar dentro do Brasil foi encontrado em Salvador, na Bahia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS