BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Sem garantias para trabalhadores Sindicatos perdem força

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

27 de Agosto de 2020 às 08:31

Atualizada em : 27 de Agosto de 2020 às 16:16

Foto: Divulgação

MENOS SINDICALIZADOS
 
Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que a taxa de sindicalização caiu no estado de Rondônia entre 2014 e 2019. Em 2014, 13,5% dos trabalhadores rondonienses eram sindicalizados, passando para 9,5% em 2019.
 
BRASIL
 
A queda também ocorreu entre os trabalhadores de todo o país: eram 13,4% em 2014 e foram 9,3% em 2019.
 
MAIORIA DOS HOMENS É SINDICALIZADA
 
A Pesquisa também apontou que a taxa de sindicalização é maior entre os homens que entre as mulheres. Enquanto 10,1% dos trabalhadores homens eram sindicalizados, no universo feminino a taxa era de 8,9%. Estes índices são parecidos com os brasileiros: 10% entre os homens e 8,6% entre as mulheres.
 
INFORMAIS
 
Também foi possível observar que houve diminuição de empregadores e trabalhadores por conta própria associados a alguma cooperativa de trabalho ou produção. Em Rondônia, no ano de 2014, eles representavam 10,3% e, em 2019, passaram a representar 8,2% do total.
 
POUCOS REGISTROS
 
Da mesma forma, a PNAD Contínua indicou que o registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) tem baixa adesão entre as pessoas que trabalham por conta própria. No estado de Rondônia, havia 67 mil pessoas nesta condição, sendo que apenas 11,9% tinham o registro.
 
CAPITAL
 
Porto velho tem índice parecido com o estadual: 11%. Em todo o Brasil, a taxa foi de 20,1% e na Região Norte foi de 7,3%. Já entre os que são empregadores, a maioria tem registro no CNPJ. Dos 28 mil rondonienses que declararam serem empregadores, 72,7% eram registrados no Cadastro. Em todo o país, o índice foi de 80,4%.
 
MAIS DE 800 MIL
 
Durante o ano de 2019, eram 815 mil pessoas ocupadas em Rondônia, sendo 176 mil (21,7%) no setor agropecuário, 156 mil (19,2%) na administração pública e 152 mil (18,6% no comércio.
 
PEQUENAS EMPRESAS
 
O suplemento mostra ainda que 67,7% dos trabalhadores rondonienses trabalharam em empreendimento com até cinco pessoas. Em Porto Velho, este índice é de 59,4%. Já as empresas com mais 51 pessoas (excluindo serviço público) empregaram 8,5% dos rondonienses e 14,2% dos portovelhenses.
 
ESTUDO
 
Em relação ao nível de instrução, o maior grupo das pessoas ocupadas é formado por indivíduos com nível médio ou superior incompleto, seguido de pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto. Das 815 mil pessoas ocupadas, 281 mil (24,5%) estavam no primeiro grupo e 277 mil (34%) no segundo.
 
LICITAÇÃO
 
O Ministério Público do Estado de Rondônia deu prazo de 90 dias para que o município de Costa Marques realize processo licitatório para concessão de serviço público de transporte coletivo de passageiros no itinerário Forte Príncipe da Beira até a sede do município de Costa Marques.
 
ENTENDIMENTO
 
De acordo com o MPE, o transporte de passageiros na localidade só pode ser realizado com a devida permissão pública que impõe algumas obrigatoriedades ao permissionário. A Promotoria salienta que é preciso um serviço adequado  que satisfaça as condições de regularidade, continuidade, eficiência, segurança, atualidade, generalidade, cortesia na sua prestação e modicidade das tarifas.
 
LEMBRETE
 
O Ministério Público adverte que o descumprimento da recomendação ensejará a adoção de todas as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis. A recomendação foi expedida para evitar transporte clandestino que possa pôr em risco a integridade dos moradores da região
 
MUDOU
 
O coronel Demargli Farias não é mais o Comandante Geral dos Bombeiros de Rondônia. Ele foi substituído pelo coronel BM Gilvander Gregório de Lima.
 
MANCHETE NACIONAL
 
Reportagem do jornalista rondoniense, Felipe Corona, no Jornal Folha de São Paulo, editoria Equilíbrio e Saúde, revelou a tragédia familiar envolvendo pai e filha, em Porto Velho, que morreram pelo coronavírus.
 
CASOS
 
Daniela Costa, após 28 dias de UTI, teve pulmões comprometidos e morreu no dia 12 de agosto. O pai, Áureo Costa, morreu no início de junho também de Covid-19. A reportagem retratou o sonho da família ao chegar em Rondônia e contou o drama enfrentado após a confirmação da infecção por esse vírus maldito. 
 
POPULAÇÃO SERÁ REFERÊNCIA PARA PROJETOS
 
As alternativas de fomento público e privado para o desenvolvimento da região e de projetos de alto impacto e de conservação e a importância de levar em conta os benefícios à população local foram os temas debatidos ontem, em evento online, no segundo encontro preparatório ao Fórum Mundial Amazônia+21.
 
OBJETIVO
 
O fórum, que será realizado em novembro, é uma iniciativa para mapear perspectivas e buscar soluções para o desenvolvimento sustentável da região amazônica e melhoria da qualidade de vida dos mais de 20 milhões de cidadãos que vivem na Amazônia Legal.
 
AGENDA 
 
Outros encontros virtuais serão realizados como parte dos preparativos para o Fórum Amazônia +21, que ocorrerá nos dias 4, 5 e 6 de novembro deste ano. A iniciativa tem o intuito de estimular debates sobre os desafios e as soluções para a Amazônia a partir de quatro eixos temáticos: negócios sustentáveis, cultura, financiamento dos programas e ciência, tecnologia e inovação.
 
MAIS DISCUSSÕES
 
Nos dias 23 de setembro e 14 de outubro acontecem mais dois debates prévios. Todas as discussões serão vinculadas aos quatro eixos temáticos do fórum. Saiba mais sobre O Fórum Internacional Amazônia+21 pelo site: https://amazonia21.org/. O evento é promovido pela Fiero, em conjunto com a Prefeitura de Porto Velho, através da ADPVH, com correalização da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL).
 
MAIS LEITOS DE UTI
 
Deputado Dr. Neidson (PMN) informa que o secretário adjunto de Saúde, Nélio de Souza, confirmou repasse do Governo para os municípios para a criação de leitos de acordo com o levantamento feito pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) que deverão ser implantados até a segunda quinzena de setembro. Com isso, o Estado passará a contar com 58 leitos de UTI para atender à pacientes do interior.
 
CIRURGIAS ELETIVAS
 
Dr. Neidson também destacou que as cirurgias eletivas e os atendimentos especializados deverão ser retomados no inicio de setembro, evitando que os pacientes precisem se deslocar até a capital para receberem atendimento no hospital João Paulo II.
 
NOVELA
 
O deputado informou ainda que apresentou ao secretário a situação do Hospital Regional de Guajará-Mirim, que está em construção desde 2013 e ainda não foi concluído.
 
REALIDADE
 
E nem vai ser. Podem anotar. Embora haja dedicação e empenho do parlamentar o Governo vai empurrar com barriga até a Justiça acordar. E nem adianta o discurso pronto de que “estamos licitando, avaliando planilhas, gastos, etc...” Tudo balela.
 
OPINIÃO
 
Hyundai acabou com o belo visual do HB20. O novo design da marca é horroroso. Mas, como diz uma amiga gostos, amores e cores não se discute.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS