BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Prefeitura levou quase 04 anos para descobrir a importância de uma UPA

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

10 de Agosto de 2020 às 08:54

Atualizada em : 11 de Agosto de 2020 às 08:17

Foto: Divulgação

EVITAR A SONOLÊNCIA E O CANSAÇO
 
Os textos que apresentarei a seguir sobre a UPA de Jaci-Paraná tiveram apenas que ser editados para não cansar o leitor com uma explicação enorme para algo que pode ser esclarecido de maneira simples e objetiva. 
 
JUSTIFICATIVA
 
Não alterei em nada as informações justamente para deixar claro que a prefeitura age como melhor convém e, no caso do processo eleitoral que se aproxima, os gestores conseguem fazer milagres. O desgaste e sofrimento que ficaram para trás não importam, isso é outra história.  
 
CHAMADA
 
Manchete no site da prefeitura: em um mês, UPA realizou mais de mil atendimentos. Unidade representa um importante reforço para moradores de nove distritos e comunidades rurais. Após trinta dias em funcionamento, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jaci-Paraná atingiu a marca de 1.072 atendimentos.
 
PARA O PÚBLICO
 
A nova estrutura foi inaugurada no dia 22 de junho, data em que também prestou os primeiros socorros à população. A unidade atende casos de urgência e emergência, além de acolhimento aos pacientes com suspeita da Covid-19. Em julho, foram 203 atendimentos desta natureza.
 
BENEFICIADOS
 
A UPA Jaci representa suporte em saúde para cerca de 100 mil pessoas. A unidade funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. São 10 leitos, sendo duas emergências, equipados com respiradores, sete leitos de observação e um de isolamento, instalado num quarto individual.
 
ESTRUTURA
 
A UPA Jaci tem capacidade para realizar aproximadamente 2.250 mil atendimentos mensais. A equipe é formada por 50 profissionais de saúde. 
 
EXCELENTE
 
Não há nenhuma dúvida de que a UPA  é de grande importância para muitas pessoas não só em Jaci, mas em uma vasta região onde ela está instalada. Os números apresentados revelam uma enorme demanda sendo atendida.
 
DESCOBERTA
 
O que me chama atenção é a prefeitura ter percebido, coincidentemente às vésperas de eleição, que em Jaci,  em outros distritos na região e em comunidades rurais, existem pessoas precisando de saúde pública.
 
IGNORADO
 
Quando Hildon Chaves assumiu a prefeitura, A UPA estava lá jogada as traças. Ele sabia da importância daquela unidade de saúde, mas preferiu esperar não sei o que até surgir um lampejo de lucidez.
 
MOVIMENTO
 
Em agosto do ano passado, o prefeito esteve por lá e fez muitas promessas. A primeira delas a ser cumprida foi a contratação de um diretor, em fevereiro, que ficou sem fazer absolutamente nada até a inauguração da UPA, em 22 de junho.
 
LENTIDÃO
 
A sonolência e o descaso por tanto tempo não surpreendem quem acompanha os passos do prefeito desde que ele assumiu o cargo. Procurei o vereador Jurandir Bengala, que é de Jaci-Paraná, para explicar a lentidão em relação a uma obra tão importante para a comunidade.
 
RECURSO
 
O  vereador disse que Hildon Chaves e Mauro Nazif não arrumaram dinheiro para finalizar a obra que teria iniciado na gestão Roberto Sobrinho. Somente, segundo Bengala, quando a Santo Antônio Energia liberou verba de compensação da usina o negócio andou.
 
SERÁ
 
Acho que nem Bengala realmente acredita no que falou. Então se não aparecesse a Santo Antônio na história, Porto Velho teria outra obra pela metade e fadada ao fracasso ? Provavelmente.
 
SEM COMUNICAÇÃO
 
Realmente é difícil entender como funciona a comunicação no governo Marcos Rocha. Se você faz uma solicitação por mensagem a resposta que dão é que precisa ser oficiado por e-mail para a secretaria pertinente. E quando nem assim resolve?
 
SEM COMUNICAÇÃO 2
 
Na segunda-feira passada, hoje completa uma semana, eu pedi para a Secretaria Estadual de Segurança ( SESDEC ) informações sobre as câmeras de vigilância instaladas na capital. Tenho cópias do print de mensagem e do e-mail enviado. A resposta sobre a demanda, sabe-se lá quando vai chegar.
 
SEM COMUNICAÇÃO 3
 
O pedido foi feito para o setor de comunicação da Sesdec, imagino que o secretário José Pachá ou o adjunto Hélio Gomes Ferreira, não estejam sabendo do pedido, uma vez que ambos são sempre solícitos quando questionados.
 
SEGURANÇA
 
A informação sobre as câmeras é fundamental para dar certa tranquilidade à população, principalmente, no Espaço Alternativo onde um bando de irresponsáveis tem se misturado ao povo de bem que lá se encontra.
 
DENÚNCIA
 
Outra questão que precisa ser esclarecida são as denúncias de que os equipamentos estão inoperantes. De acordo com e-mails recebidos pela coluna, o Estado estaria pagando valor integral por algo que funciona parcialmente.
 
OUTRO LADO
 
Como tenho plena certeza de que a coluna chegará até os respectivos gestores da Sesdec, em outra edição eu publico os esclarecimentos do Governo.
 
IGNORANTES QUE SE ACHAM ESPERTOS
 
Nesse período que antecede as eleições municipais é impressionante a quantidade de açessores ( o cedilha é proposital ) que tentam passar “bombas”, informações exclusivas importantes para determinados candidatos em prejuízo à outros.
 
CONHECIMENTO
 
Os tais açessores ocupam chefias de gabinete e assessorias importantes, no entanto não sabem explicar, por exemplo, o que foi o Estado Novo. Conhecimento óbvio para quem realmente leva a sério uma assessoria parlamentar.
 
MULATO
 
Os ditos cujos a que me refiro, com conhecimento acéfalo, deveriam estudar, ler, se informar, fazer algo útil para aprender, ao menos, o que diz o artigo 1079 de uma Lei de 1950. Aliás, saber sobre essa lei também é obrigação de quem está na condição de comissionado.
 
ESCLARECIMENTO
 
A razão de escrever isso é para justificar informações que chegam sobre se esse ou aquele político serão ou não candidatos na próxima eleição. Não afirmo nada e, jamais, me coloco como dono da verdade. A questão é que tem gente que entende da maneira que melhor convém.
 
PREFEITO
 
A candidatura à reeleição de Hildon Chaves é algo que se especula bastante. Toda vez que escrevi sobre isso é porque pessoas próximas a ele comentam algo relacionado ao assunto. Me atenho a comentar sobre iniciativas dele que entendo equivocadas e que poderiam lhe causar um desgaste ainda maior do que se tem visto.
 
PREFEITO 2
 
Minha vida não mudará absolutamente nada se Hildon for ou não candidato à reeleição. Outra coisa: Não me coloco em situação melhor ou pior que ninguém se essa confirmação chegar primeiro ou por último para mim.
 
DEPUTADO
 
A candidatura do deputado federal Léo Moraes é outra especulação que vai durar mais alguns dias. Quando eu tiver  a certeza de que ele vai concorrer, ou não, a prefeito na próxima eleição, estarei publicando. Ah! E não me incomodo com exclusividade em relação a isso.
 
FLAGRA
 
Um jovem de 19 anos foi preso na madrugada de sábado pelo crime de direção perigosa. Estava com uma menor de 14 anos no Espaço Alternativo. Nem é difícil para o nobre leitor imaginar que o rapaz é um daqueles irresponsáveis que batem cartão por lá.
 
DIREÇÃO PERIGOSA
 
Segundo o registro da ocorrência, o sujeito estava empinando uma motocicleta quando se deparou com uma equipe da Polícia Militar. Houve perseguição, cerco da PM, a menor caiu da moto e o irresponsável finalmente foi preso na zona Leste de Porto Velho.
 
AUTORIDADE
 
Essa ocorrência mostra, mais uma vez, que a irresponsabilidade não vai ter fim. No entanto cabe ressaltar que com a presença da PM na Terra Sem Lei, no mínimo a ficha policial do indivíduo vai ser suja, se já não estiver.
 
LIÇÃO
 
Para quem já é vagabundo pouco importa mais uma ocorrência no currículo, mas para pessoas de bem que se preocupam com seu nome em ficha policial o ato irresponsável, provavelmente, não deverá se repetir.
 
SOCORRO
 
Cabe esclarecer que a jovem de 14 anos, que caiu da moto, teve ferimentos leves e foi socorrida pelo SAMU. O veículo estava com os documentos atrasados e foi apreendido pela PM.
 
SAÚDE PÚBLICA
 
O Corpo de Bombeiros em parceria com a Sedam, Sema e Ibama está intensificando a campanha contra os incêndios florestais no Estado de Rondônia. O objetivo é minimizar os efeitos da fumaça para os acometidos pela COVID 19.
 
 
ALERTA
 
Justamente por causa da questão de saúde existe um Decreto Federal em vigor que determina queimada zero no período da pandemia. A população pode ajudar os bombeiros na fiscalização denunciando queimadas pelo telefone 0800 647 1150 e também pelo aplicativo Guardião da Amazônia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS