BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Operação da PF amarga o café de empresários suspeitos de fraudes no Estado

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

05 de Agosto de 2020 às 08:45

Atualizada em : 06 de Agosto de 2020 às 08:58

Foto: Divulgação

DE OLHO NO VICE
 
Polícia Federal fez operação, na manhã de ontem, para desarticular grupo criminoso responsável por fraudes tributárias contra a União. Teve buscas nos escritórios de empresas ligadas à família do vice-governador José Jodan.
 
INVESTIGAÇÃO
 
Foram cumpridos onze mandados de busca e apreensão nas cidades de Rolim de Moura/RO e Alta Floresta D’Oeste/RO. Segundo a PF, grandes empresários produtores de café aqui do estado estariam usando “laranjas” para montar empresas de fachada e emitir notas fiscais frias.
 
EXTINTAS
 
O golpe, de acordo com a PF, consistia na compra e venda de café. Após movimentarem quantias milionárias, as empresas de fachada eram extintas sem pagar os impostos devidos. 
 
QUASE 100 MILHÕES 
 
Segundo a investigação, apenas uma das empresas, localizada na cidade de Rolim de Moura/RO, movimentou entre os anos de 2010 a 2019, mais de R$ 94 milhões de modo simulado causando prejuízo ao governo.
 
ORGANIZADO
 
A PF apurou que havia núcleos responsáveis pela criação das empresas fictícias para conseguir os “laranjas” e emitir as notas. Os denunciados poderão ser indiciados pelos crimes de organização criminosa, “lavagem” de dinheiro, falsidade ideológica e por crimes contra a ordem tributária. 
 
DE VOLTA AO ASSUNTO
 
Essa operação da PF trouxe à tona uma denúncia do ano passado envolvendo o vice-governador José Jodan que fez ameaças de devassa fiscal em empresas que comercializam café, setor que ele atua fortemente como empresário.
 
REGISTRO
 
Em gravação de vídeo, o vice-governador disse que usaria a máquina pública, se fosse o caso, para fiscalizar concorrentes. A fala de Jodan repercutiu na Assembleia que criticou fortemente as ameaças feitas pelo vice-governador.
 
IMPEACHMENT
 
Logo após a manifestação de deputados, o advogado Caetano Neto protocolou na Assembleia Legislativa um pedido de impeachmet de José Jodan.
 
FICOU SÓ NO GRITO
 
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes, que saiu em defesa dos produtores de café acusando o vice-governador de promover terrorismo, recebeu a denúncia e não falou mais sobre o assunto.
 
OPORTUNIDADE
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) colocou à disposição o credenciamento de pessoas jurídicas que possuam capacidade técnica comprovada para integrar o banco de consultores da instituição. A ação visa cumprir a missão de “promover a competitividade da indústria” e ampliar o atendimento do SENAI Rondônia nas linhas de Soluções em Tecnologia e Inovação (STI).
 
NOS 52 MUNICÍPIOS
 
Conforme a coordenação de STI, as empresas selecionadas, serão habilitadas pelo SENAI para prestar serviços ao público alvo no âmbito do Estado de Rondônia nas diversas competências demandadas pelos clientes.
 
DIVERSIFICAÇÃO
 
Entre as áreas contempladas para o processo estão: alimentos, automação, construção civil, energia, inspeção, gestão, mecânica, meio ambiente, produtividade, pesquisa e desenvolvimento, qualidade, normas, tecnologia da informação e vestuário.
 
ITENS
 
No edital as empresas interessadas em participar podem consultar todas as regras, especificações, obrigações da empresa. No mesmo edital, estão dispostas as regras para efetuar a inscrição, além de obter as informações sobre a documentação necessária e procedimentos de envio das propostas.
 
MELHORA NO ATENDIMENTO
 
De acordo com o coordenador de STI, José Rafael Lopes, essa estratégia permite ao SENAI além de agilidade, aumento na qualidade em assistir às indústrias em suas necessidades. 
 
REFORÇO NA MACROREGIÃO
 
O deputado Cirone Deiró (PODEMOS) conseguiu liberação de nota de empenho no valor de R$ 3,4 milhões. Os recursos serão destinados para a contratação de 12 leitos de UTIs, profissionais de saúde e demais trabalhadores necessários ao funcionamento das novas Unidades de Terapias Intensivas-que serão contratadas na rede particular de saúde de Cacoal. 
 
PARCERIA
 
Os recursos serão liberados por meio de convênio com a prefeitura de Cacoal, que entrará com uma contrapartida para a execução dos serviços de assistência médica aos pacientes em tratamento da Covid. A contratação dos profissionais de saúde e também dos 12 leitos de UTIs foram autorizadas pelo governador Marcos Rocha, durante reunião com o deputado Cirone.
 
DESAFOGAR
 
Cirone Deiró explica que a liberação dos recursos e a contratação dos serviços de assistência médica aos pacientes em tratamento da Covid-19 da Macro Região II foi a única alternativa encontrada para minimizar os problemas provocados pela superlotação do Hospital Regional e do Hospital de Emergência e Urgência de Cacoal- Heuro. 
 
CAIU
 
INPE divulgou números que revelam queda no desmatamento na Amazônia. De acordo com os dados apurados, os índices de preservação superaram os 26%.
 
 
INDÍGENAS
 
Departamento de Saúde Especial Indígena, de  Porto Velho, implantou enfermarias em Guajará-Mirim com 10 aparelhos de oxigênio. Os equipamentos forma doados pelos EDS (Expedicionários da Saúde).
 
BENEFÍCIOS
 
Os equipamentos vão atender todos os pacientes indígenas com coronavírus. Cada aparelho pode ser usado por até dois pacientes ao mesmo tempo. Segundo Luiz Tagliani, Coordenador do DSEI Porto Velho, a iniciativa alivia um pouco o sofrimento das comunidades indígenas na região de Guajará-Mirim que sofrem com as dificuldades de logística para atender infectados.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS