BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: O mau exemplo de Porto Velho para o resto do Brasil

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

10 de Julho de 2020 às 08:42

Atualizada em : 10 de Julho de 2020 às 14:34

Foto: Divulgação

VERGONHA
 
Em qualquer outra capital brasileira isso seria surreal, mas em Porto Velho o tema é tratado com muita naturalidade pela prefeitura. Hildon Chaves vai completar um mandato de 04 anos se mostrando incapaz como gestor e péssimo na escolha de auxiliares.
 
 
VERGONHA 2
 
Hidon Chaves está para entregar o transporte coletivo da cidade do jeito que pegou. Inoperante, ineficiente e sem contrato. A explicação para o inexplicável sempre foi a burocracia do sistema e nunca a corrupção ou a incompetência.
 
VERGONHA 03
 
Ao fecharem os 04 anos de governo municipal,  a dedução que fica é de que o prefeito é tão paíba quanto sua Grei. O mais grave nisso tudo é alimentar a possibilidade de ainda conseguir convencer o povo a dar crédito para outro mandato. 
 
PAROU DE NOVO
 
A juíza Inês Moreira da Costa, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Velho (RO), suspendeu a licitação do transporte da cidade que teve como vencedora a “JTP Transportes, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda”, homologada em março deste ano. 
 
CONTESTAÇÃO
 
A magistrada atendeu ação de uma das participantes do certame, a Amparo Viação e Turismo, que alega que a JTP não atenderia às exigências financeiras do contrato.
 
INVESTIMENTOS
 
A JTP já teria comprado novos ônibus com ar-condicionado para Porto Velho e, segundo a prefeitura, está programada para assumir o transporte da capital em setembro. A previsão inicial era julho, mas por causa da pandemia, o cronograma foi adiado.
 
CAUTELA
 
No despacho, a juíza Inês Costa disse que são necessários mais esclarecimentos quanto às condições operacionais da JTP pois existem indícios de incapacidade técnica. 
 
A magistrada justifica a prudência alegando que a população teria inúmeros problemas com eventuais paralizações ou não cumprimento contratual.
 
OUTRO LADO
 
Em nota, a prefeitura de Porto Velho alega que trabalha para reverter a decisão e diz que todo o processo de licitação foi legal.
 
ACETATO
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Rondônia (SENAI-RO), adquiriu duas impressoras 3D para os laboratórios de suas unidades. Além da função educacional e de inovação, elas são as responsáveis pela produção de um dos itens que compõem as máscaras de acetato (face shield), considerados Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
 
INTERIOR E CAPITAL
 
As impressoras foram instaladas nas unidades do SENAI de Ji-Paraná e SESI SENAI Lagoa em Porto Velho, o que vai facilitar a logística de distribuição das máscaras de acetato para os municípios do interior. A produção em Ji-Paraná já começou e na capital, iniciará em breve.
 
AVENTAIS DE TNT
 
Já o SENAI de Vilhena vem confeccionando aventais em Tecido não Tecido (TNT) sintético, de composição 100% polipropileno, para primeiramente serem utilizadas nas unidades do SESI Saúde, deixando-as autossustentáveis e, posteriormente serem doadas para as unidades de saúde do Estado.
 
EM FALTA
 
Funcionários da saúde no Estado reclamam que há 02 meses denunciaram para a SESAU a falta de sistema fechado de aspiração nas UTIs do Cemetron e da AMI, equipamento que garante a segurança da saúde dos profissionais que trabalham nestes locais.
 
NA PRÁTICA
 
Conforme explicação de servidores, o sistema evita que partículas de secreções dos pacientes fiquem no ar. Ou seja, sem este sistema, os servidores da saúde estão colocando a própria vida em risco para dar assistência a quem precisa.
 
TUDO IGUAL
 
Passado todo este tempo, os servidores afirmam que nada foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde e a situação piorou. Além do sistema fechado de aspiração, agora também faltam outros equipamentos, como o filtro umidificador, que umidifica o ar que entra no pulmão do paciente pelo ventilador. 
 
CONSEQUÊNCIA
 
Sem o filtro, conforme os servidores,  a secreção resseca e bloqueia o tubo, exigindo a troca, o que pode gerar até a morte do paciente, além de aumentar os custos do tratamento.
 
OUTRO LADO
 
A SESAU enviou Nota para a coluna explicando o questionamento.
 
O material não está em falta, estamos apenas racionalizando a dispensação e a utilização do material com um controle mais rigoroso do Estoque, considerando as dificuldades de adquirir o material no mercado nacional em decorrência da grande procura e da baixa oferta.
 
EXPLICAÇÃO
 
Sobre a contaminação do Secretário de Saúde, Fernando Máximo, mesmo com todas as medidas de proteção que costuma tomar em público, um leitor da coluna enviou uma explicação.
 
PELO AR
 
Diz o leitor, Emerson, que a maioria das medidas de quarentena são inúteis porque o Covid-19 se transmite pelo ar. Ele explica que a máscara só tem utilidade parcial para sintomáticos por conta disso, já que existe a transmissível pelo ar, onde se pega até pelos olhos.
 
CONFIRMAÇÃO
 
Emerson destaca ainda que na terça-feira, 07, a Organização Mundial de Saúde confirmou o que os cientistas já diziam faz tempo: que o vírus é transmissível pelo ar.
 
 
CONFIRMAÇÃO 2
 
O argumento do leitor realmente existe. Maria Van Kerkhove, principal autoridade técnica da OMS para a pandemia de Covid-19, em uma coletiva de imprensa falou sobre a possibilidade de transmissão pelo ar e transmissão por aerossol como uma das modalidades de transmissão da Covid-19.
 
EXPLICAÇÃO INICIAL
 
A OMS havia dito anteriormente que o vírus que causa a doença respiratória Covid-19 se dissemina principalmente através de pequenas gotículas expelidas pelo nariz e pela boca de uma pessoa infectada que logo caem no chão.
 
MAIS OUTRO ENTENDIMENTO
 
Em  carta aberta enviada à agência sediada em Genebra e publicada na segunda-feira (6) no periódico científico Clinical Infectious Diseases, 239 especialistas de 32 países traçaram indícios que mostram que partículas flutuantes do vírus podem infectar pessoas que as inalam.
 
AVANÇAR NAS CONCLUSÕES
 
Como as partículas menores que são exaladas podem permanecer no ar, os cientistas sugeriram a OMS a atualizar suas diretrizes. Com isso, fica evidente a possibilidade de transmissão pelo ar em locais públicos -- especialmente em condições muito específicas, locais cheios, fechados e mal ventilados .
 
AMAZÔNIA
 
Os investidores internacionais esperam resultados positivos contra o desmatamento no Brasil antes de se comprometerem com recursos para apoiar ações ambientais no país, disse o vice-presidente Hamilton Mourão, depois de reunião com representantes de fundos estrangeiros na manhã desta quinta-feira.
 
AMAZÔNIA 2
 
O governo federal publicará nos próximos dias um decreto proibindo todos os tipos de queimadas na Amazônia e no Pantanal por 120 dias, em resposta aos investidores estrangeiros.
 
AMAZÔNIA 3
 
Os investidores  alertaram o Brasil sobre a possibilidade de retirada de recursos do país devido à política ambiental do governo do presidente Jair Bolsonaro
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS