FELICITAÇÕES: Breno Mendes parabeniza PM que prendeu eletricistas cobrando propina

Profissionais teriam cobrado 100 reais de família para não cortar energia na zona Leste de Porto Velho

FELICITAÇÕES: Breno Mendes parabeniza PM que prendeu eletricistas cobrando propina

Foto: Divulgação

O candidato a deputado federal pelo Avante, advogado Breno Mendes, mais conhecido como Fiscal do Povo, parabenizou um cabo da Polícia Militar que prendeu dois eletricistas terceirizados, que teriam cobrado propina para não cortar a energia elétrica de uma casa no Bairro Pantanal, na zona Leste de Porto Velho, na última segunda-feira (19).

 

“Cabo Cairo teria prendido esses dois funcionários terceirizados da Energisa. Um cidadão com bebê de colo, eles pediram 100 reais para não cortar a energia. Ele foi lá pegou o dinheiro e o policial à paisana deu voz de prisão. Parabéns, policial Cairo!", falou ele.

 

O Fiscal do Povo ainda afirma que continua sua luta para acabar com os abusos cometidos por empresas dos mais diversos segmentos.

 

“Pior do que isso: tem funcionários irresponsáveis. Tem alguns amigos que são eletricistas e tratam as pessoas com dignidade. Infelizmente, alguns desses tratam o consumidor com abuso, humilhação, e agora, como eu já tinha denunciado antes, cobrando propina”.

 

Detalhes

 

De acordo com informações divulgadas pela imprensa, os eletricistas chegaram ao local para cumprir uma ordem de interrupção de energia.

 

Durante o serviço, um dos homens teria dito à proprietária da residência de 28 anos que havia uma outra forma de resolver a situação sem necessidade do corte.

 

Ou seja, ela pagaria R$ 100 e ele apenas mandaria uma foto do relógio medidor para o supervisor da empresa terceirizada e estaria tudo resolvido.

 

Ela, à princípio não aceitou, e os eletricistas concluíram o corte da energia na residência. Com isso, a mulher informou o ocorrido ao marido de 36 anos e os dois como necessitavam da energia restabelecida de forma rápida, pois têm um bebê de colo, decidiram aceitar.

 

O casal então foi a procura dos eletricistas no bairro e disseram que a proposta seria aceita. No entanto, o morador da residência teria gravado com o celular no bolso toda a negociação.

 

Após religarem a energia e receberem o dinheiro, os dois eletricistas foram detidos por um cabo da PM à paisana que já estava na casa.

 

Uma equipe da Polícia Militar foi chamada e os eletricistas foram conduzidos ao Departamento de Flagrantes da Polícia Civil.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Mateus Coelho Alves

Fortbras Autopeças

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS