Fanfarra, plantio de ipês e distribuição de cartilhas educativas farão parte do ato em Vilhena

O local escolhido pela Secretaria Municipal de Educação para o Ato Cívico de Sete de Setembro remete à história de Vilhena.

Fanfarra, plantio de ipês e distribuição de cartilhas educativas farão parte do ato em Vilhena

Foto: Divulgação

O bicentenário da Independência do Brasil será comemorado no Museu Casa de Rondon no município de Vilhena (sul de Rondônia). O evento acontecerá a partir das 9h e está sendo  organizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).
 
A data histórica contará com a apresentação da fanfarra e pelotão especial da escola municipal cívico-militar Almirante Tamandaré, do bairro Cristo Rei. Está prevista a participação de outras 28 escolas da rede municipal, além de várias instituições convidadas. 
 
Na ocasião os alunos irão plantar mudas de ipês, entoarão o Hino Nacional e hastearão as bandeiras do Brasil, do estado de Rondônia e do município de Vilhena. Também será instalada uma placa de bronze afixada a uma pedra que ficará como marco do centenário. Foi produzida uma cartilha exclusiva com conteúdo paradidático com ilustrações do artista vilhenense Cleidson Freitas, contendo informações em uma linguagem lúdica e acessível para as crianças. O material será distribuído para os cerca de 11 mil alunos das unidades municipais de ensino.
 
A CASA DE RONDON
 
O local escolhido pela Secretaria Municipal de Educação para o Ato Cívico de Sete de Setembro remete à história de Vilhena. Durante o século 20, no local funcionou o posto telegráfico inaugurado pela Comissão Rondon. Por isso, a Casa de Rondon é considerada o “marco zero” da cidade. A solenidade servirá para conectar os alunos à cultura local em um dia importante para todo o Brasil.
Direito ao esquecimento

Você assiste programa eleitoral na televisão?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS