EXÓTICA: Miss indígena estrela campanha de marca de perfumes: 'trago força e garra'

Mari Wapichana, de 19 anos, foi escolhida para estampar campanha sobre beleza livre de estereótipos. Jovem foi eleita a primeira Miss Indígena de Roraima em 2021.

EXÓTICA: Miss indígena estrela campanha de marca de perfumes: 'trago força e garra'

Foto: Divulgação

"Nunca tinha visto uma mulher me representando em comerciais de beleza e, hoje, estou lá representando a mulher indígena". É o que resume a primeira Miss Indígena de Roraima, professora, estudante, digital influencer e agora garota-propaganda de uma marca de perfumes, Mari Wapichana, de 19 anos, sobre a mais nova conquista profissional.

 

Mari, que é do povo indígena Wapichana, estampa a campanha 'Exótica' ao lado da publicitária Karina Aparecida, representando a mulher negra; a jornalista Camila Sawamura, asiática; e a influencer Mariam Chami, muçulmana.

 

"A sensação de ter sido escolhida é muito gratificante porque eu trago uma história de luta, sabe? Eu trago em mim a força e a garra da mulher indígena. Sou muito grata à marca por dar esse espaço de fala para eu levar o nome da mulher indígena e mostrar quem de fato nós somos",

 

 afirmou.

A ação é a primeira campanha nacional da roraimense. O vídeo da campanha também foi feito por um produtor de Roraima, Lucas Santos, conhecido como "LifeLucas", que também integra a equipe do programa 'Fala Macuxi', da Rede Amazônica.

 

A Miss Indígena nasceu na comunidade indígena do Raimundão, no município de Alto Alegre, região Norte do estado, mas vive na capital Boa Vista, onde estuda matemática, na Universidade Estadual de Roraima (UERR).

 

Mari utiliza as redes sociais para abordar -- com uma mistura de humor e informação -- a rotina, os costumes, a cultura e a luta das comunidades indígenas roraimenses, e foi devido a isso que ela teve seu rosto na campanha. Ela tem 93 mil seguidores nas redes sociais e soma mais de 9,7 milhões de visualizações em seus vídeos.

A empresa explicou que a campanha em que Mari é uma das estrelas faz parte do movimento Diversa Beleza, lançado em janeiro deste ano, e tem o objetivo de promover um compromisso com a beleza livre de estereótipos.

 

A ideia surgiu após uma análise de conteúdo, escuta ativa das redes sociais e do comportamento da comunidade nos canais da marca sobre a beleza asiática e outras etnias. Segundo eles, Mari Williams estava no radar há algum tempo e, nesta pauta, ela fez toda a diferença.

 

"Acreditamos e admiramos muito o conteúdo dela, além de ser alinhado aos nossos objetivos e propósito. Nosso propósito é de contribuir para a sociedade e fazer com que o público repense sobre esse falso elogio de beleza exótica", explicou a marca.

 

Essa não é a primeira vez que a miss é cotada para participar de uma campanha de beleza. Antes de ser escolhida pela marca, Mari participou da seletiva de outra empresa de cosméticos, mas não foi escolhida.

 

"A marca foi a segunda [empresa] a entrar em contato comigo, só que a empresa me queria. Eles já tinham me escolhido, eu não precisei fazer seleção, nada. Foi muito gratificante ter recebido o convite, porque uma coisa é tu participar de uma seleção e outra coisa é tu seres escolhida, que foi o que a marca fez comigo. Eles me escolheram", ressaltou.

 

Para a miss, a campanha aborda a representatividade indígena e permite que ela mostre a beleza, garra e a força da mulher que ela representa. A campanha também usa o nome "Baydukuryaba", que significa onça em Wapichana, um dos nomes usados por Mari.

 

"Nós [mulheres indígenas] podemos falar com propriedade sobre o que é escutar esses falsos elogios que eles nos dão falando que a nossa beleza é exótica só porque não é uma beleza que a sociedade está acostumada a ver", afirmou.

 

"Cada pessoa tem uma beleza única e essa beleza não deve ser tratada como exótica", diz ela num dos vídeos da campanha.

Direito ao esquecimento

Você acredita que candidatos evangélicos são realmente ungidos de Deus ou são “ungidos” do pastor?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS