OCEANOS: Prêmio de Literatura oferece R$ 250 mil para os três primeiros colocados

As inscrições podem ser feitas pela editora ou pelo autor da obra

OCEANOS:  Prêmio de Literatura oferece R$ 250 mil para os três primeiros colocados

Foto: Divulgação

Se encontram abertas até 24 de abril as inscrições para “Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa”. O valor total do prêmio é de 250 mil reais – 120 mil para o primeiro colocado, 80 mil para o segundo e 50 mil para o terceiro.

 

Podem ser inscritas obras editadas em qualquer lugar do mundo, desde que escritas originalmente em língua portuguesa, nos gêneros romance, poesia, conto, crônica e dramaturgia, e publicadas entre 1o de janeiro e 31 de dezembro de 2021.

 

As inscrições podem ser feitas pela editora ou pelo autor, com o preenchimento da ficha de inscrição e a inclusão da obra inscrita, tanto em versão impressa quanto digital, em formato PDF no site itaucultural.org.br/oceanos. O regulamento desta edição também está disponível na página.

 

A plataforma digital que disponibiliza os formulários de inscrição e recebe os PDFs dos livros inscritos para leitura e avaliação dos jurados foi desenvolvida pelo Itaú Cultural (IC) e vem, a cada edição, realçando as informações das literaturas em língua portuguesa para melhor atender às necessidades dos meios acadêmico, editorial e livreiro.

 

Juri internacional

 

Os livros inscritos e validados pela curadoria do prêmio são lidos e avaliados por júris internacionais compostos de escritores, poetas, professores e críticos literários dos países-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

 

O processo de avaliação é realizado em três etapas consecutivas. Na primeira, o Júri de Avaliação elege as 50 obras semifinalistas entre os concorrentes e escolhe, por votação, os membros dos júris subsequentes (Intermediário e Final).

 

Na segunda etapa, o Júri Intermediário seleciona dez finalistas entre os 50 semifinalistas eleitos pelo júri anterior. Por fim, na terceira etapa, o Júri Final escolhe os três vencedores entre os dez finalistas.

 

Curadores

 

Em 2022, o Oceanos passa a contar com um novo membro do corpo de curadores: o moçambicano Nataniel Ngomane, professor da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, e presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa (veja sua entrevista ao Conexões Itaú Cultural).

 

Ngomane junta-se aos jornalistas Isabel Lucas, de Portugal, e Manuel da Costa Pinto, do Brasil (veja sua entrevista ao Encontros de interrogação), e à pesquisadora Matilde Santos, de Cabo Verde, que também é curadora da Biblioteca Nacional desse país. A coordenação é da gestora cultural Selma Caetano.

 

A ideia de um time plural de curadores vem para fortalecer a presença do prêmio nos diferentes países que têm o português como língua oficial. Para o Oceanos, uma equipe de curadores transnacional – especialmente da África, cujas literaturas têm um tom bastante original, por se tratar de produções mais recentes se comparadas às de Portugal e de outros países da Europa – pode intensificar o intercâmbio literário, tão necessário para as literaturas de nosso idioma.

 

Em 2021, foram premiados O plantador de abóboras, do escritor timorense Luís Cardoso de Noronha, em 1o lugar; O ausente, do brasileiro Edimilson de Almeida Pereira, em 2o lugar; e O osso do meio, do português Gonçalo M. Tavares, em 3o lugar.

 

Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa
abertura das inscrições segunda 14 de março, às 12h
até domingo 24 de abril de 2022, às 23h59

Preencha a ficha de inscrição e submeta a obra no site

 

Fonte: Itaú Cultural

Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS