USP: Curso on-line vai abordar as imagens de arte nas redes sociais

Promovido pelo Centro Universitário Maria Antonia, curso tem 250 vagas; inscrições vão até 3 de agosto

USP: Curso on-line vai abordar as imagens de arte nas redes sociais

Foto: Divulgação

O Centro Universitário Maria Antonia da USP realiza a partir de 5 de agosto o curso on-line gratuito Arte e Redes Sociais: da Fotografia nos Espaços Museológicos e Imagens em Redes. Ministrado pela jornalista e curadora Nathalia Lavigne, ele é dividido em quatro encontros, sempre às quintas-feiras, das 14 às 16 horas. 
 
 
As inscrições ocorrem até 3 de agosto no link https://url.gratis/FZKLZE, com 250 vagas preenchidas por ordem de inscrição. Os inscritos receberão o link para os encontros até o dia 4 de agosto. Os alunos que tiverem pelo menos 85% de frequência receberão certificado de participação.
 
 
 
No curso, Nathalia vai discutir as mudanças na arte trazidas com as redes sociais e a maior circulação de imagens de arte nessas plataformas no campo dos museus. 
 
 
A partir de uma bibliografia multidisciplinar, incluindo textos de cultura visual, estudos museológicos e de mídia, serão apresentados exemplos de como instituições, artistas e visitantes de museus vêm utilizando as redes sociais como espaço de colecionismo e práticas artísticas.
 
 
Lavigne afirma que “pretende analisar exemplos de como as instituições utilizaram essas plataformas após a chegada da pandemia e o fechamento de seus espaços físicos e quais os limites encontrados pela ausência da experiência ao vivo do visitante e as consequências da maior mediação do museu por imagens”.
 
 
Quem é a curadora
 
 
Nathalia Lavigne é pesquisadora, jornalista e curadora. É doutoranda da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, mestre em Teoria Crítica e Estudos Culturais pela Universidade de Londres e bacharel em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. Como curadora, realizou a mostra Against, Again: Art Under Attack in Brazil, na Anya and Andrew Shiva Gallery, em Nova York, nos Estados Unidos, em 2020. Neste ano, apresenta a exposição Táticas de Desaparecimento, no Paço das Artes, como parte da Temporada de Projetos 2020. Foi contemplada com uma bolsa do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) para desenvolver pesquisas no novo museu Humboldt Forum, em Berlim, em 2021.
 
 
Programação
 
 
5 de agosto
 
 
Arte enquanto reprodução. O impacto da criação da fotografia nos museus de arte e como as discussões sobre a reprodução da obra se relacionam com o debate atual sobre a circulação de imagens em rede.
 
 
 12 de agosto
 
 
Musealização do museu: o visitante como contracolecionador. A partir de uma discussão sobre a febre da memória que marcou as últimas décadas, o que acontece quando esses espaços também se tornam objeto de musealização? Como os visitantes interferem nos discursos institucionais ao fotografar e reproduzir imagens das coleções?
 
 
19 de agosto
 
 
Intervenções artísticas em redes: práticas colaborativas e inserção midiática. Exemplos de produções artísticas que nascem em redes sociais, a partir de uma discussão sobre agenciamento e estratégias de inserção e (in)visibilidade.
 
 
26 de agosto
 
 
Museus em rede pós-pandemia. Análise de ações colaborativas criadas por instituições durante o fechamento de seus espaços físicos e outros desafios quando o espaço até então complementar das redes foi assumindo um protagonismo na ausência dos espaços físicos.
Direito ao esquecimento

Qual desses candidatos tem a sua preferência para o Governo de Rondônia?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS