BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

LITERACIA FAMILIAR: MEC inicia trabalho para envolver os pais no incentivo à leitura dos filhos

Para os técnicos que idealizaram o projeto, é importante interagir durante a contação de histórias, ler em voz alta e olhar olho no olho da criança

RONDONIAOVIVO - EDIÇÃO

03 de Abril de 2020 às 10:12

Foto: Divulgação

Incentivar a leitura no seio familiar é o objetivo do programa “Conta Pra Mim”, do Ministério da Educação. Para tanto, estão disponíveis no portal do órgão vários vídeos e uma cartilha em PDF direcionando os pais como realizarem essa tarefa e ajudar na alfabetização dos pequenos.

 

Para o Ministério da Educação, é nesse ambiente familiar e de afeto que a alfabetização das crianças começa a dar os primeiros passos.

 

Para os técnicos que idealizaram o projeto, é importante interagir durante a contação de histórias, ler em voz alta e olhar olho no olho da criança. “São gestos simples, mas capazes de influenciar significativamente no desenvolvimento intelectual já na fase pré-alfabetização, antes do começo das primeiras aulas na escola”.

 

A literacia familiar, como é chamada a técnica, é aplicada no dia a dia, na convivência entre pais e filhos. Meninos e meninas que são estimulados desde cedo à leitura e à brincadeira dentro de casa tendem a chegar mais aptos e habilidosos nos anos iniciais do ensino fundamental.

 

Entre as orientações contidas no guia estão:

 

  • Interpretação verbal: aumentar a quantidade e a qualidade dos diálogos com as crianças;
  • Leitura dialogada: interagir com a criança durante a leitura em voz alta, fazendo, por exemplo, perguntas sobre a história em si;
  • Narração de histórias: interagir com as crianças durante a contação de histórias;
  • Contatos com a escrita: familiarizar as crianças com a escrita;
  • Atividades diversas: jogar, brincar, cantar tocar instrumentos musicais, dançar, entre outros;
  • Motivação: aumentar a motivação das crianças em relação à leitura e à escrita

 

Recursos

 

Para além do conteúdo virtual, o MEC vai destinar R$ 45 milhões para implantar o “Cantinho Conta pra Mim” em 2020. São cinco mil espaços que serão criados em creches, pré-escolas, museus e bibliotecas, até o fim do ano que vem, para receber as crianças e ensinar os pais a praticar as técnicas de literacia em casa.

 

BAIXE O GUIA EM PDF 


VEJA OS VÍDEOS DE ORIENTAÇÕES 

 

Fonte: MEC

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS