BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Ministério Público lança sistema online para inscrição de estagiários

A implantação do sistema está gerando uma economia de tempo e custos para a instituição

ASSESSORIA MP

16 de Março de 2020 às 18:12

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado de Rondônia tem agora um sistema online para realização de inscrição e provas de seleção de estagiários de nível superior e de pós-graduação (MP Residente).

 

Com o novo sistema, o processo de seleção de estagiários ocorre em duas etapas. Na primeira, o candidato faz seu cadastro online e informa seu índice acadêmico. Após o período de inscrição, o sistema realiza o processamento dos índices informados e gera uma classificação dos candidatos.
 

Na segunda etapa, a Gerência Recurso Humanos (GRH) convoca os candidatos para a realização de prova presencial, por meio do módulo de Prova Online, desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia de Informação (DTI) e suas notas são divulgadas tão logo da conclusão da prova, a qual é aplicada no edifício-sede do MPRO e cada candidato recebe um tablet para responder as questões.


Para facilitar o processo de inscrição foi criado o Portal do Estagiário, dentro do site oficial do MPRO (www.mpro.mp.br), no qual o candidato tem todas as informações referentes aos concursos, como editais, regulamentos e outros documentos e acesso ao formulário de inscrição online. Para fazer a inscrição, o candidato deve fazer um cadastro. Se já for cadastrado, basta informar Login e Senha.


A implantação do sistema está gerando uma economia de tempo e custos para o MP/RO, pois reduziu o processo de seleção de 90 dias para aproximadamente 30 dias, flexibilizando a possibilizando de lançar vários editais de seleção conforme a necessidade.

 

Como a nova sistemática e aproveitamento dos recursos tecnológicos já existentes no MP/RO, não houve investimentos diretos para a implantação da solução.
 

O Diretor de Tecnologia da Informação, Marcos Leandro, ressalta que se trata de uma sistemática de seleção inovadora, pois não é mais necessário movimentar pessoal e montar uma logística para realização de provas, nem mesmo preocupar-se com a correção de gabaritos. Hoje, na prática, todo o processo de seleção é conduzido por apenas um servidor.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS