COM ANÚNCIOS: Netflix anuncia plano por assinatura mais barato

O novo recurso que contém propagandas chega para 12 países, incluindo Brasil

COM ANÚNCIOS: Netflix anuncia plano por assinatura mais barato

Foto: Divulgação

 

A Netflix divulgou nesta quinta-feira (13) um novo plano de assinaturas mais barato e com anúncios publicitários. O plano Básico com Anúncios estará disponível para 12 países, incluindo Brasil, a partir de 3 de novembro. 

 

A atualização do pacote Básico tem todos os recursos já existentes na plataforma com algumas pequenas diferenças. Os anúncios de publicidade terão entre 4 a 5 minutos por hora, o número de filmes e séries por enquanto vão estar limitados por uma questão de licenciamento.

 

A atualização do pacote Básico tem todos os recursos já existentes na plataforma com algumas pequenas diferenças. Os anúncios de publicidade terão entre 4 a 5 minutos por hora, o número de filmes e séries por enquanto vão estar limitados por uma questão de licenciamento.

 

Os anunciantes vão poder direcionar seus anúncios de acordo com o país e o tipo de gênero de reprodução de vídeo, com o objetivo de atingir um público alvo e evitar que uma marca possa estar associada com conteúdos adultos ou violentos. 
 
 
O plano que chega mês que vem ao Brasil vai custar R$ 18,90, bem mais barato que o Básico regular que é R$ 25,90 ou o Padrão que custa R$ 39,90. Além desses pacotes, quem deseja ter uma experiência completa pode contratar o Premium por R$ 55,90. 
 
 
O plano Básico com Anúncios vai ser um recurso disponível na Alemanha,  Austrália, Canadá, Coreia, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México e Reino Unido. No Brasil, o preço mais em conta chega para os assinantes em 3 de novembro. 
 
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS