BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

AOS 49 ANOS: Após minimizar vírus, apresentador do SBT morre de Covid-19

No programa policial e em suas redes sociais, Stanley assumia uma posição crítica em relação a pandemia

EXTRA

11 de Janeiro de 2021 às 15:47

Foto: Divulgação

Morreu o apresentador Stanley Gusman, aos 49 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. Ele apresentava o "Alterosa Alerta", da TV Alterosa, afiliada do SBT em Belo Horizonte. O mineiro, de Eugenópolis, estava na UTI do Hospital Vila da Serra, em Nova Lima, desde o dia 4 de janeiro.
 
No programa policial e em suas redes sociais, Stanley assumia uma posição crítica em relação a pandemia. Era contrário às medidas de isolamento propostas pelo prefeito de BH, Alexandre Kalil, e desconfiava da eficácia das vacinas. A produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a China, por exemplo, o apresentador chamava de Vachina.
 
"Prefiro tomar um milhão de cloroquina à VaChina", escreveu.
 
Em outro tweet, o apresentador falou sobre a saudade dos pais.
 
"Sou filho de um Sargento reformado da PM e de uma professora especialista em alfabetização. Ambos com 75 anos de idade. Liguei e perguntei sobre o medo do vírus. Eles me responderam: Temos medo de não ver você! Venha e nos abrace! Eu vou defender os meus pais e o meu país!"
 
Stanley deixa a mulher e um filho.
 
"Minas perdeu um grande jornalista. Um representante das classes menos favorecidas que estava sempre aberto para tentar melhorar a vida de cada um. A TV Alterosa e todo nosso grupo estão entristecidos. Perdemos um grande companheiro, uma voz de extrema importância para a nossa comunicação", lamentou o diretor-presidente dos Diários Associados, Álvaro Teixeira da Costa, ao jornal "Estado de Minas". "Stanley ficará para sempre em nossos corações. Muito obrigado por tudo que você fez por nós e por Minas Gerais. Que Deus lhe receba com os braços abertos", complementou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS