IMPEDIDOS: Indígenas estão sem votar após prefeito suspender transportes, diz cacique

O líder da tribo revelou que o motivo seria político, já que a maioria votou no Lula durante o 1° turno

IMPEDIDOS: Indígenas estão sem votar após prefeito suspender transportes, diz cacique

Foto: Divulgação

 

Indígenas de seis etnias do município de Querência, cerca de 717 km de Cuiabá, ainda não conseguiram votar para as eleições do 2° turno após o prefeito da região, Fernando Gorgen (União), suspender o transporte público nas terras indígenas, segundo o portal Midia Jur.
 
De acordo com denúncias feitas ao portal pela comunidade local, o prefeito optou pela suspensão dos transportes ao perceber que a maioria dos indígenas votou no ex-presidente e candidato à presidência Luiz Inácio Lula Silva (PT) no 1° turno. 
 
Em depoimento ao Midia Jur, o cacique Siraium Kayabi, de uma aldeia de etnia Kayabi, expressou sua revolta sobre a situação: “No primeiro turno eles viram que nós, povos indígenas, votamos mais para o Lula, por isso que eles não queriam, estão botando essa dificuldade para que a gente não vá votar no segundo turno, estamos muito bravos e nervosos". 
 
Indígenas das etnias Suiá, Kayabi, Kalapalo, Matipu, Nafukuá e Kuikuro ficaram impossibilitados de exercerem o direito básico do voto. Alguns desses grupos vivem na Terra Indígena do Xingu, a maior área indígena do estado de Mato Grosso.
 
Gorgen, antes do primeiro turno, tornou público sua escolha de apoiar a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro no Instagram. Além disso, na mesma rede social, sua foto de perfil é um retrato em que ele está posando ao lado do atual presidente. 
 
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS