OUTRO CASO: Bolsonarista mata petista com facada no olho por divergência política

De acordo com a decisão, há indícios suficientes para a qualificação da prisão, uma vez que, o acusado já responde por outros crimes contra a vida

OUTRO CASO: Bolsonarista mata petista com facada no olho por divergência política

Foto: Divulgação

Uma briga motivada por questões políticas terminou em homicídio em uma chácara na zona rural de Confresa (a 1.135 km de Cuiabá). Rafael Silva de Oliveira, de 24 anos, que é apoiador de Jair Bolsonaro, esfaqueou o apoiador do ex-presidente Lula e colega de trabalho Benedito Cardoso dos Santos, de 44. A notícia é do Olhardireto. O crime ocorreu na última quarta-feira (07), mas só divulgado nesta sexta-feira(09).

 

O delegado Victor Oliveira explicou que os dois estavam sozinhos na casa quando começou uma discussão sobre política.

 

A discussão se transformaram em agressões mútuas e Benedito tentou correr quando viu que Rafael estava com uma faca e, mas foi alcançado pelo colega de trabalho.

 

O lulista foi esfaqueado três vezes no rosto, sendo que os golpes atingiram um dos olhos, o pescoço e a testa de Benedita.

 

“Ele [Rafael] saiu do local, procurou um hospital, porque estava com ferimento na mão. No hospital, a Polícia Militar suspeitou do caso, já tinham conhecimento de uma vítima morta na chácara. A Polícia Civil começou a realizar diligências, localizaram a arma do crime, uma faca e um machado”.

 

Em interrogatório, Rafael confessou o crime. 

 

Prisão mantida


O juiz da 3ª Vara de Porto Alegre do Norte, Carlos Eduardo Pinho, converteu a prisão em flagrante de Rafael Silva de Oliveira, de 24 anos, em prisão preventiva.

 

De acordo com a decisão, há indícios suficientes para a qualificação da prisão, uma vez que, o acusado já responde por outros crimes contra a vida. “Assim, impõe-se a necessidade de restrição da liberdade do custodiado, até para que se mantenha a comunidade local ciente da persecução criminal, restando inadequadas medidas cautelares diversas da prisão”, disse o magistrado em sua decisão.

Direito ao esquecimento

Você já decidiu em quem votar para deputado(a) estadual, federal, senador(a) e presidente?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Clinica Maestria LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS