OPERAÇÃO ALCANCE: Assessor de Marcos Rogério alvo da PF por tráfico de drogas está foragido

Marcelo é acusado de compor uma organização criminosa que traficou mais de uma tonelada de cocaína entre Rondônia e Ceará.

OPERAÇÃO ALCANCE: Assessor de Marcos Rogério alvo da PF por tráfico de drogas está foragido

Foto: Divulgação

O assessor do senador bolsonarista Marcos Rogério (DEM-RO), Marcelo Guimarães Cortez Leite, está foragido da Justiça.
 
Lotado no gabinete do senador desde 2020, ele foi um dos alvos da Operação Alcance, deflagrada pela Polícia Federal na quarta-feira (1º).
 
Marcelo é acusado de compor uma organização criminosa que traficou mais de uma tonelada de cocaína entre Rondônia e Ceará.
 
Em 15 dias, a organização chegou a receber R$ 1,5 milhão pelo tráfico, de acordo com o Painel Político.
 
No gabinete de Marcos Rogério, o assessor trabalhava na função de Auxiliar Parlamentar Júnior, e recebeu em agosto salário de R$ 5.735,93.
 
O bolsonarista afirma que demitiu o funcionário após saber da operação da PF.
 
 
Senador passou a ser chamado de “Narcos Rogério”
 
O parlamentar virou motivo de chacota após o caso.
 
Nesta sexta-feira (3), ele passou a ser chamado de “Narcos Rogério” nas redes.
 
O termo está desde ontem entre os assuntos mais comentados do Twitter.
 
 


 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS