PROTEGIDA: Bebê nasce com anticorpos após mãe pegar covid-19 e segundo caso é registrado no Brasil

Registro é de município no interior do Acre

PROTEGIDA: Bebê nasce com anticorpos após mãe pegar covid-19 e segundo caso é registrado no Brasil

Foto: Divulgação

Com menos de um mês de vida, Antonella Ramirez já possui anticorpos contra a COVID-19. O caso da pequena, nascida no dia 22 de abril deste ano, é o segundo relato de brasileiros que vieram ao mundo protegidos da doença.

Quando ainda estava no oitavo mês de gestação, a mãe de Antonella recebeu um resultado negativo para detecção do novo coronavírus. No entanto, quando Joicilene de Souza Ramirez decidiu fazer exames após o nascimento da filha, um deles gerou surpresa, porque apontou a presença de anticorpos.
 
"Ficamos muito emocionados de saber que a neném já tem, é até uma forma de alívio e esperança para as mães grávidas que, caso contraiam o vírus, possam passar os anticorpos para o bebê", conta o pai.
 
O infectologista Hemerson Luz explica que a passagem de anticorpos via placenta é uma ocorrência prevista em doenças infecciosas. "Apesar disso, não sabemos se esses anticorpos são neutralizantes ou durante quanto tempo essa imunidade irá durar. Certamente, o desenvolvimento do bebê será acompanhado", alertou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

MEDICAL FORM LTDA

V DA S Parnaiba

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS