PANDEMIA: Minas Gerais registra primeiro caso de reinfecção por Covid-19

Paciente de 29 anos teve manifestação da doença num intervalo de 230 dias

PANDEMIA: Minas Gerais registra primeiro caso de reinfecção por Covid-19

Foto: Divulgação

 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou nesta terça-feira (2/3) o primeiro caso de reinfecção por COVID-19 no estado. A confirmação foi feita por sequenciamento genético conduzido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). 

 

Segundo o órgão, o paciente é do sexo masculino e tem 29 anos. Ele apresentou diagnóstico confirmado para COVID-19 em maio de 2020 e voltou a desenvolver a doença em janeiro de 2021, com sintomas leves, sem necessidade de hospitalização. 

 
De acordo com a secretaria, o laboratório conseguiu identificar diferenças genéticas entre os vírus que infectaram o paciente nestes dois períodos com intervalo de aproximadamente 230 dias. 
 
O caso foi notificado seguindo os critérios do Ministério da Saúde e vai ser investigado pela área técnica da SES-MG - o Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde (Cievs-MG).
 
“Foi realizado amplo e minucioso estudo do caso com encaminhamento de amostras clinicas para pesquisa genômica pelos Laboratório Central (Lacen), da Funed, e pelo Laboratório de Referência Nacional (LRN), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ)”, explica a nota do governo.
 
Casos
 
Minas registrou 3.975 casos e 47 mortes de COVID-19 em 24 horas. De acordo com o boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, o estado totaliza 887.080 casos de coronavírus e 18.645 mortes.
 
Leia também: Coronavírus: Minas registra mais de 5 mil casos diários há oito dias 
 
Desde 23 de fevereiro, a média móvel está acima de 5 mil casos. Nesta terça, a média móvel é 5.616. Com esses números, a curva de transmissão segue em patamar alto e não indica tendência de queda.
 
 
O que é o coronavírus
 
Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
 
 
 
Como a COVID-19 é transmitida? 
 
A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
 
Como se prevenir?
 
A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
 
Quais os sintomas do coronavírus?
 
Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:
 
Febre
 
Tosse
 
Falta de ar e dificuldade para respirar
 
Problemas gástricos
 
Diarreia
 
Em casos graves, as vítimas apresentam:
 
Pneumonia
 
Síndrome respiratória aguda severa
 
Insuficiência renal
 
 
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS